Parceiro de vida

Viver totalmente é uma das grandes realizações da vida. Ser amado totalmente é uma das grandes alegrias da vida. Uma grande busca na vida é encontrar um parceiro que possa nos amar dessa maneira e a quem possamos amar. Muitas vezes, as pessoas partem à procura de seu parceiro de vida a partir de um espaço de solidão. Procurar um parceiro de vida por causa da solidão ou amargura de um ... Escolha muito bem o seu parceiro de vida. A tranquilidade na vida afetiva impulsiona uma carreira de sucesso. Ter um parceiro de vida como cúmplice do seu sucesso significa prosperar mesmo nos momentos difíceis! Permita-se mudar de rumo. O que os 20 anos oferecem de coragem, a fase dos 30-40 é pautada pela necessidade de se sentir seguro. Parceiro de vida. Meu amor, hoje você é o meu marido, mas já fomos desconhecidos, simples conhecidos, ficantes, namorados, noivos e, agora, casados estamos! Todo esse tempo em que estamos juntos, percebo que você é a pessoa que eu sempre quis ter ao meu lado. Você é meu parceiro, meu confidente, meu tudo! O direito de alimentar termina com novo casamento, nova vida em comum com outro parceiro ou morte do alimentado. rechtsanwalt-brasilien.de T he ri ght of fee din g end s with a new m ar riag e, n ew life in com mon with ano the r partner o r d eat h of sp ouse receiving food. Apesar de os dois estilos de vida serem igualmente válidos, nem todo mundo lida bem com essa diferença quando se trata de um relacionamento estável. Você precisa ter uma ideia clara das visões do seu parceiro ou parceira antes de começar a planejar um futuro a dois. Como encontrar um parceiro de vida. Encontrar alguém para namorar já é bastante difícil. Encontrar uma pessoa com quem você possa ser feliz pelo resto da vida pode parecer impossível. Tome seu tempo, saia com seus amigos ...

O titã testemunhado

2020.09.22 23:14 Dinizinni O titã testemunhado

Esta história já é antiga, teve lugar aí em 2008 ou 2009, ainda eu tinha os meus 14/15 anos e ainda o futebol mundial não tinha sido completamente revolucionado pelos dois titãs. Eu hoje sou um homem confiante, casado com a mulher dos meus sonhos e com um negócio em perpétuo crescimento mas nem sempre fui feliz como sou.
De facto, tendo crescido como adolescente assim mais para o nerd fora de uma grande metrópole para mim significava nunca ter conhecido ninguém que partilhasse os meus interesses e como consequência, apesar de não me dar mal com ninguém, nem ser "solitário", mas apenas no sentido de ter pessoas à minha volta, o facto é que não tinha amigos reais.
A solidão e a depressão operam em segredo, sendo que se por fora parecia bem, por dentro o meu lado suicida ganhava cada vez mais força.
Comecei a frequentar fóruns de suicídio e tudo, até que um dia recebi um e-mail a dizer “aguenta aí amigo, força!” vindo de um endereço misterioso: “[[email protected]](mailto:[email protected])”
Na altura nem liguei muito, achei parvo e segui a minha vida.
Passadas duas semanas já tinha pensado como ia tirar a minha vida, já tinha comprado comprimidos e tudo, apesar de ainda não ter tomado quaisquer decisões, tudo muda quando chego ao meu quarto e me deparo com o CR7 com o comando na mão, sentado na minha cama, com o meu jogo favorito na PS, o MGS 4: Guns of the Patriots.
“Bora passar o jogo em conjunto, a gente vai alternando”. Passamos as 15 horas seguintes a fazer uma magnífica no-death run do jogo, enquanto o Ronaldo debitava conhecimento enciclopédico sobre a saga Metal Gear e sobre o próprio Hideo Kojima e falando um pouco sobre os meus animes favoritos sobre os quais o Ronaldo pouco conhecia, uma vez que só seguia à altura Naruto e One Piece.
No final, após soltar uma lágrima durante a batalha entre o Liquid Ocelot e o Snake, referindo o quão dedicado era o Ocelot e aquilo a que se submeteu para levar a necessidade comum avante, o CR pediu licença, uma vez que tinha de ir jogar contra o Chelsea, mas garantiu-me que já voltava.
Após um jogaço contra o Chelsea, na altura orientado pelo Scolari, regressou com vontade de debater Hellsing, Full Metal Alchemist e Death Note, à altura os meus animes favoritos.
Tinha visto os episódios e lido as mangas durante o jogo, tornando-se no parceiro de debate que sempre quis.
Após meses de conversas no messenger e ao telefone, meteu na conversa uma moça chamada Guida, com os mesmos interesses que eu, residente em Ovar.
Começamos a falar e nunca parámos! Hoje é a minha mulher, temos três lindos filhos chamados Alucard, Light e Ronalda.
Somos donos do maior negócio ibérico de import/export de produtos japoneses e temos a nossa própria loja em Aveiro.
Ele esteve lá para mim! Ele esteve lá para nós! Obrigado Ronaldo!
submitted by Dinizinni to PastaPortuguesa [link] [comments]


2020.09.21 17:49 Pedrabionica Perdendo a paciência em ajudar

Vou tentar ser o mais sucinto possível, mas é o seguinte: Uma pessoa muito próxima terminou o namoro há 5 meses(iniciativa do parceiro)e desde então tá com depressão,já vai em psicólogo antes disso e começou a ir no psiquiatra pq tava muito mal, tem tomado remédio e tals. Até ai, ok. O problema é que essa pessoa tá até hoje com esperanças do ex voltar, fica perguntando pra mim e pra outros amigos se achamos que isso é possível (e a resposta óbvia é não), além de repetir várias vezes que ainda ama o ex, e continua a stalkear.. No começo tava super compreensível, é uma fase difícil, mas agora tudo que falamos pra ajudar essa pessoa ela não escuta, pois tudo que se fala pra ajudar sempre tem um impedimento ("não tenho tempo" ou "não tenho energia" ou "ainda amo meu ex nada vai adiantar"). O problema é que isso tá ficando super chato, não dá pra achar que ela tá fazendo algo normal, não dá pra concordar com essa estagnação que ela fica... Aahhh. Muito ruim,posso estar sendo um completo babaca por pensar isso mas acho que a pessoa tem que dar o primeiro passo, se não vai ficar pensando nisso a vida toda e vai perder qualquer oportunidade de encontrar alguém
submitted by Pedrabionica to desabafos [link] [comments]


2020.09.21 12:02 Silverwxyz Meu parceiro gringo rico me agrediu fisicamente e me jogou na cara que sou brasileiro prostituto

Quem aí é pobre e gostaria de um príncipe encantado pra te tirar da miséria e viver num castelo… de preferência na Europa com um bom padrão de vida? Pois é, encontrei algo parecido (só que não). Quem procura esse tipo de coisa ou aceita entrar nessa talvez seja bom saber que muitas vezes a vida não é esse conto de fadas.
Resolvi tentar minha sorte na Europa, Itália. Sou professor de inglês formado, sempre fui independente, mas na Europa dificilmente contratam um brasileiro pra dar aulas de inglês. As escolas preferem falantes nativos dos EUA ou Inglaterra. Mesmo se eu tivesse 100 anos de cursos e experiência, nunca vou deixar de ser brasileiro, e a maioria das escolas nem pega o currículo. Minha formação não vale muita coisa na Europa. E o mercado pra dar aulas de português é quase inexistente.
Nisso eu conheci um cara, gostamos um do outro… fui morar com ele. Percebendo minha dificuldade pra encontrar bom trabalho, ganhando pouco, ele propôs pra eu trabalhar menos e voltar a estudar, fazer outra graduação. Detalhes: ele é rico e tem o dobro da minha idade, eu 30 e ele 60. Sim, eu prefiro homens maduros. Aí é que está o problema, aliás, vários problemas: nossa grande diferença de idade, classe social, minha nacionalidade considerada “inferior”, a fama da prostituição dos brasileiros…
Desde o início passei por várias situações desagradáveis… Alguns amigos dele me perguntaram na cara mesmo se sou prostituto brasileiro e se não estaria com ele por causa do dinheiro. Ele brigou com esses amigos por causa disso.
São muitos desafios manter uma relação assim. Já é difícil pelo fato de sermos dois homens, e com grande diferença de idade! Se ao menos ele tivesse uns 10 anos a menos, seria mais fácil eu apresentar pra minha família... Minha mãe jamais aceitaria eu estar com um homem mais velho que ela.
Algumas vezes tentei terminar a relação. Já estive prestes a sair de casa, ele não deixou e disse: “Termine seus estudos, eu gostaria muito de dar isso pra vc. Depois você vai embora e encontra alguém mais jovem que eu”. Na verdade desde os primeiros dias que nos conhecemos ele sempre tentou me comprar, com luxos, viagens, e já no início da nossa relação disse que não tem herdeiros e procura alguém mais jovem como eu pra deixar tudo. Várias vezes ele me pede pra gente ir assinar os papéis do casamento e herdarei tudo. Ele diz exatamente isso! Aliás, ele já disse que fez o testamento dele declarando que sou o herdeiro.
Eu e ele sempre fomos bons amigos, tivemos uma conexão forte, sem problemas na relação, algumas briguinhas cotidianas, nada de mais…
Um ponto negativo é que ele é abertamente racista. Costuma fazer comentários contra negros, e sempre que ele tem oportunidade ele faz piada com o fato de eu ser brasileiro, diz que venho da selva, de um país perigoso, subdesenvolvido, que faço vodu, macumba… Antes ele era casado com uma moça da Guiana e depois teve um namorado da Venezuela. Ele culpa a origem latino-americana dos ex-parceiros pelo temperamento difícil e comportamento “primitivo”. Ele gosta de pessoas mais jovens. Como seria numericamente mais difícil ele conseguir um jovem europeu que queira morar com um velho, ele tem o histórico de pegar jovens desfavorecidos do “terceiro mundo” pra ajudar a trabalhar e estudar, todos os relacionamentos dele foram assim. Ou seja, ele mostra toda sua riqueza, tenta impressionar, e depois teme que está sendo usado, comprando alguém, e nos conflitos acaba sendo racista e usando o poder financeiro pra dominar e inferiorizar.
Se eu não respeito alguma “etiqueta” ele diz: VC VEIO DA SELVA MAS AGORA ESTÁ NA EUROPA, PRECISA SABER SE COMPORTAR. Na verdade eu não me sentia ofendido, ele é alemão e eu apenas retrucava falando coisas negativas de alemães. Eram piadas de mal gosto que fazíamos um contra o outro… E como resposta eu beliscava os mamilos dele, ele odeia quando faço isso. Já era um costume nosso.
Mas essa simples besteira desencadeou um conflito. Há dois dias estávamos na rua, eu tremendo de frio, e ele fez piada: VOCÊ É UM ANIMAL DA SELVA MESMO. NÃO ESTÁ FRIO. Em resposta, belisquei o mamilo dele, e desta vez ele teve um ataque de fúria. Ele apertou meu braço com bastante força, arranhou, tirou sangue. Ele nunca tinha me atacado dessa forma. Fiquei bastante chateado e passei o resto do dia sem conversar com ele. No final do dia, mostrei pra ele os hematomas, isso não se faz. Começamos a brigar e daí ele já abriu a porteira, falou várias coisas racistas, e por fim disse que sou um prostituto. Estávamos prestes a nos atacar fisicamente, ele veio pra cima de mim pra me dar socos. Eu empurrei, fiz posição de defesa e disse: EU SOU MAIS FORTE QUE VOCÊ. SE VOCÊ OUSAR, EU QUEBRO SUA CARA E TIRO SANGUE DE VERDADE. Ele recuou, sentou-se na cama e ficou acuado ofegante, tremendo, vermelho.
Estamos juntos há 4 anos, sempre tivemos uma relação pacífica, sem grandes dramas, nada parecido com isso tinha acontecido entre nós, foi bastante extremo. Estamos sem conversar há 2 dias na mesma casa, desviando um do outro, está insuportável. Eu já fiz dois anos de curso, precisaria de mais um ou dois anos pra terminar. Na Itália é quase impossível trabalhar, se sustentar e estudar ao mesmo tempo, as aulas são em período integral, precisa de dedicação quase exclusiva.
O que vocês fariam?
Tentariam engolir tudo isso, tentar fazer as pazes e procurar terminar o curso, ter um sonhado diploma europeu. Ou desistir de tudo... achar qualquer emprego, qualquer lugar pra morar... Ou voltar pro Brasil nesse período de crise, sem dinheiro e sem muita perspectiva?
Enfim, pra quem leu até aqui fica a lição: tentem ser independentes, donos dos seus próprios narizes e liberdade. O risco de depender de alguém é sempre alto... mais cedo ou mais tarde podem jogar isso na sua cara.
...
Resumo: moro na Europa com um homem rico e mais velho que me deu oportunidade de estudar. Tivemos um atrito bobo que desencadeou um conflito, ele é racista, me chamou de prostituto brasileiro. Já fiz metade do curso. Não sei se engulo e tento terminar os estudos ou se desisto de tudo.
submitted by Silverwxyz to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 20:58 TinyOrder4214 New skill for brawlers/Nova habilidade para os brawlers

hello , I'm a big fan of the game and wanted you to see the new mechanica , it would be very cool to add a new skill of a brawler the so-called : UNNEAR
I thought of a button that you click and a menu appears that you click to assume an awakening of a specific brawler, so the person would be fulfilling specific missoes about that brawler for a week to gain his awakening, this ability works as many times as they have access per match, to be able to activate it need to stay for 1 minute with your super quardado
so a button will appear to exchange your super for the agrip with it already being able to use your agrip / the agrip ability can be picked up in any lv of the bralwer, just have it (brawler)
IDEAS I THOUGHT OF FOR BRAWLERS:Leon: Leon makes 2 clones with attack abilities/ these 2 clones have 65% of leon's current health and would give 40% of the damage that leon could give (these clones would function as partner bots, which instead of being like the gadget, they keep the original attacking and moving wherever it goes, or disabling defense mode, thus putting on attack, in this mode they worked like the gadget in which they proucuram the enemy)
Spike: spike gains the ability to lift perch from the ground for 30 seconds, according to the side the player swipes across the screen, each perch will give 800 damage, and stuns the enemy for 0.2 seconds
Sandy: sandy opens his eyes, and for 35 seconds gains a layer of sand around him, similar to the distance of the gadget from the eugenics, inside it he gains 200 healing for seconds and the 10% more damage
Crow: Crow gains the ability to glide for 15 seconds with incredible speed, for every place he passes he poisons enemies below him by giving 1100 damage and gening with poison of 350 damage for 3 seconds
Watsson: watsson grows increasing its size and being able to break map blocks with movement and its damage increases by 4% and loses 2% of speed/ watsson gains the ability to jump and glide like el primo by map
Sprout: sprout au au au au au open your helmet, so the carnivorous plant that has inside your helmet is on the outside, for 20 seconds/ so if someone gets within range of the plant, it would be something a little bigger than the emz gadget, takes a 950 damage attack and slows down for 0.4 seconds besides being thrown away by 1.5 block
Mortis : mortis throws 7 bats on the map in which it gives 250 damage each, they only advance on the same target, in addition to following and damage each attack of them heals 100 of life of the mortis, they can not be killed and last 20 seconds , has the speed a little lower than that of the head of the tick
Bea : bea launches her bees that serve as defense , the bees stay around her for 30 seconds reducing the damage by 70% and increasing the recharge of the same by 45% by having many around it
Carl : Carl activates the turbo, thus gaining 40% more speed and his cart puts a protection in front of him (appears a protection in his bumper) , so who gets too close will be hit is pushed, the trampling causes 750 damage , carl with this protection on the front wins 10% more defense
Pink: the damlight of the rose, rose souta a gas botanico where it passes , this gas buffa the attributes of the rose for 15 seconds

THE REST IS WITH YOU , I'M A BIG FAN(Inglesh)
olá , eu sou um grande fã do jogo e queria que voces vissem a nova mecanica , seria muito legal em adicionar uma nova habilidade de uma brawler o chamado : DESPERTO
eu pensei em um botão em que voce clica e aparece um menu em que voce clica para assumir um despertar de um brawler especifico , assim a pessoa ficaria cumprindo missoes especificas sobre aquele brawler durante uma semana para ganhar seu despertar , essa habilidade funciona quantas vezes tiverem o acesso por partida , para poder ativar a mesma necessitase de ficar durante 1 minuto com seu super quardado
assim aparecera um botão para trocar seu super pelo desperto com isso ja podendo utilizar seu desperto/ a habilidade desperto pode ser pega em qualquer lv do bralwer , basta ter ele( brawler)
IDEIAS QUE PENSEI PARA BRAWLERS:
Leon: Leon faz 2 clones com habilidades de ataque/ esses 2 clones possuem 65% da vida atual do leon e dariam 40% do dano que o leon conseguiria dar( esses clones funcionariam como bots parceiros , que ao inves de ser como o gadget, ele ficam com o original atacando e se movimentando para onde o mesmo for , ou desabilitando o modo defesa , assim botando em ataque, nesse modo os mesmo funcionaram como o do gadget em que proucuram o inimigo)
Spike: spike ganha a capacidade de levantar caquitos do chão durante 30 segundos , de acordo com o lado que o jogador passe o dedo pela tela , cada caquito dara 800 de dano , e atordoara o inimigo por 0,2 segundos
Sandy: sandy abre os seus olhos , e durante 35 segundos ganha uma camada de areia em volta dele , semelhante da distancia do gadget do eugenio , dentro da mesma ele ganha 200 de cura por segundos e da 10% a mais de dano
Crow: Crow ganha a habilidade de planar durante 15 segundos com uma velocidade incrivel , por todo local que ele passa ele envenena os inimigos que estão abaixo dele dando 1100 de dano e engenando com veneno de 350 de dano por 3 segundos
Watsson: watsson cresce aumentando seu tamanho e podendo quebrar blocos do mapa com movimentação e seu dano aumenta em 4% e perde 2% da velocidade/ watsson ganha a habilidade de pular e planar como o el primo pelo mapa
Sprout: sprout au desperto abre seu capacete , assim a planta carnivora que tem dentro do seu capacete fica do lado de fora , por 20 segundos/ assim se alguem chegar dentro o alcance da planta , que seria algo um pouco maior doque o gadget da emz , toma um ataque de 950 de dano e fica lento por 0,4 segundos além de ser jogado para longe por 1,5 bloco
Mortis : mortis lança 7 morcegos pelo mapa em que o mesmo dão 250 de dano cada , eles só avançam no mesmo alvo , além de seguir e dar dano cada ataque deles cura 100 de vida do mortis , eles não podem ser mortos e duram 20 segundos , tem a velocidade um pouco menor que a da cabeça do tick
Bea : bea lança suas abelhas que servem como defesa , as abelhas ficam em volta dela por 30 segundos reduzindo o dano em 70% e aumentando a recarga da mesma em 45% por ter muitas ao envolta dela
Carl : Carl ativa o turbo , assim ganhando 40% a mais de velocidade e seu carrinho bota uma proteção em sua frente(aparece uma proteção em seu parachoque) , assim quem se aproximar muito será atropelado é empurrado , a atropelação causa 750 de dano , carl com essa proteçãona frente ganha 10% a mais de defesa
Rosa: o desperto da rosa , rosa souta um gas botanico por onde passa , esse gas buffa os atributos da rosa durante 15 segundos

O RESTO É COM VOCES , SOU UM GRANDE FÃ(Portugues)
submitted by TinyOrder4214 to u/TinyOrder4214 [link] [comments]


2020.09.20 20:51 nox_bvrr Tarado ou homem???

As vezes me acho um tarado. Quero fuder até não poder mais. Fuder mesmo com gosto. Mais meu parceiro não gosta. Faz uma rapidinha. Nem me chupa. Não quer da pra mim. Mais ele é tão bom comigo. Tenho um passado e futuro com ele. As vezes tenho vontade de sair fora. Mais ao mesmo tempo fico pensando no meu futuro e ter que montar uma vida tudo de novo.
Sei que a vida não é só sexo mais é foda por que tenho necessidades. Se for pra só querer meter e sair fora melhor nem casar e namorar com uma mulher.
Fico me perguntando se vou ficar nessa até eu morrer.
Por que foda.
Daí eu saiu e não consigo me estabilizar.
Não sei.
Podem comentar.
submitted by nox_bvrr to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 01:17 gustavo_barcelos17 Precisava por pra fora

Mano,eu não aguento como todo mundo quer viver de aparência,como a maioria das pessoas força pra tentar ser aquilo que ela não é ou não tá pronta pra ser,eu simplesmente odeio o Instagram e as redes sociais onde as pessoas fingem a vida perfeita a aparência perfeita,a conta bancária perfeita,o carro perfeito,os parceiros perfeitos e eu tento MT mas MT vontade msm de me desvincular de Instagram e de olhar a vida alheia mas é foda,smp bate aquela curiosidade mas eu tô tentando não olhar ,tô so sendo eu msm e foda se mano,não que eu não pense em melhorar,claro que eu quero melhorar mas Não quero forçar uma melhora repentina quero melhorar de fato,e só de aceitar isso eu sei que eu já estou melhorando,enfim acho que vou ver uma psicóloga e falar sobre essas coisas pq passar por isso sozinho é barra
submitted by gustavo_barcelos17 to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 19:01 HappyPressure8291 Razão ???

Então, recentemente eu e meu namorado temos desgastado bastante a relação com discussões relacionadas a insegurança, paranoia e etc. E penso que por agir muito pelo emocional, eu acabo sendo a mais imatura da discussão, não é fácil lidar com isso, pois essa imaturidade atinge muito mais a minha pessoa, visto que ele super compreende eu estar sendo emotiva e achar que não aconteceu nada de mais. Um exemplo bem prático disso é o fato de ontem termos discutido e ele foi dormir tranquilo e falando que me ama mesmo eu super brava e pedindo pra ele tirar a foto de perfil e aceitar que vamos terminar por que não tem muito o que se fazer, enquanto que fiquei a madrugada toda pensando em muita coisa e fazendo testes de insegurança, de saber se o parceiro é traíra. Bom depois de tudo que eu disse acima, já devem imaginar quem é o mais inseguro da relação, ah também sou a paranoica(óbvio) e sou para a surpresa de quase ninguém. Muito ciumenta, e foi por esse motivo em especifico que brigamos, eu não consigo ver esperanças na minha evolução, e sinceramente, o que era um ciúme normal é que tá evoluindo pra outras coisas piores(possessão e etc. ), talvez por que tenho andado mais emotiva que antes nessa pandemia(no qual muita coisa ruim tem acontecido na minha casa) não sei... Mas fiz essa postagem por que estou muito indecisa racionalmente sobre uma questão. Uma amiga nova chegou na área, que na verdade já era colega a algum tempo, mas só agora que essa amiga terminou o namoro eles conversam com certa frequência e bastante intensidade(fotos, memes, vídeos, fofoca, conversa sobre a vida), incluindo muito esforço da parte dela para manter a amizade com ele. Engraçado é que acabei me envolvendo com ela também, ela é uma ótima pessoa, mas mesmo assim me sinto muito insegura, sei que ela tem outras pessoas na vida dela, mas não entendo a insistência em ser nossa amiga, pois nem parece que ela gosta mesmo de mim, e o meu emocional com certeza afirma que ficaria muito feliz com o termino da amizade entre eles. Mas racionalmente sei que isso é muito abusivo, eu controlar algo que eu nem deveria. Mas para frisar minha insegurança, tenho que dizer que me assusta muito quando ela diz coisas como ''eu me apoio na amizade com um cara e acabo gostando dele, sempre fiz assim, supri minha carência com outros caras'' isso é ameaçador pra mim sabe?... Eu só consigo imaginar nela vendo o quanto meu namorado é um cara bacana e acabar gostando dele e tende real motivo para não gostar de mim e só me manter por perto por falsidade sabe?. O que aconteceu com ela no termino do namoro não desejo a ninguém, ela ainda tá muito confusa, e eu queria que ela não se sentisse assim e de certa forma culpada, então no começo até apoiei bastante a amizade dos dois, falava pra ele perguntar se ela tá bem, tentar distrair ela... me arrependo disso, eu não devia ter responsabilizado ele por algo que eu mesma poderia ter feito por ela. Mas eu queria que ela se sentisse acolhida por nos 2, e acho que é assim que ela se sente agora, mas não posso negar que ainda vejo como ameaça, não sei, talvez ela tenha mudado o suficiente para não ficar mais querendo depender emocionalmente de alguém assim... mas vai saber? isso nem é algo tão ruim quando esse alguém tá disposto a te ajudar de verdade a se sentir segura e tals. Foda é que eu não consigo estudar, pensando que vou passar muito tempo fora e que ele vai tá tão envolvido com ela, por que coincidentemente ele tava no seu intervalo de estudos, e acabou compartilhando opiniões parecidas com ela e etc... sla... muita paranoia pra descrever aqui, mas eu realmente não sinto que estou pronta pra aceitar essa amizade. Ele e ela, que eu conheço bem, combinam mais do que eu e ela ou eu e ele(ele é mais amigo dela). No jeitinho de ser, de acreditar nas pessoas, pensar o melhor delas kk. Eu não sou assim vey... já sofri demais com as pessoas pra isso, inclusive da parte desse namorado, coisas parcialmente superadas, mas que a gente ignora, e que, desde que não aconteça de novo, da pra manter a relação. Resumindo, essa gama de defeitinhos meus, me fazem ter certeza de que eu só tenho algumas poucas soluções racionais pra isso tudo, vou listar 3: 1- Continuar próximo dos dois(por que longe eu já não consigo aceitar gst dos 2, n qro parecer um monstro, só sou humana sabe: imperfeita, cheia de problema, depressiva, ansiosa, to carente e etc kkk) e me esforçar(mesmo que doa muito) pra acreditar(mesmo que seja difícil demais) que eles só serão amigos mesmo; 2- terminar o namoro e desejar muita felicidade pra ambos que foram meio que motivo do termino, juntos ou não e 3- fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve(gosto que ele tenha amigos, isso faz ele feliz), até que eu pense melhor sobre tudo, sem que eu precise me distanciar dele que é a pessoa que eu mais amo, alias a distância entre ela e eu nem é uma opção, mas pode ser sim consequência, só que de fato eu até gosto de compreender o significado que ela tem na vida das pessoas ao redor dela e vejo isso conversando com ela, o que é bom, já que meu namorado é um pouco sonso ao me dizer o que ele acha que ela significa pra ele, ele diz: ''não sinto nada'' mas até eu não consigo dizer isso aí. Sinto compaixão por ela, carisma da parte dela, simpatia e etc. Mas vale lembrar que tenho um pouquinho de medo, por que acho ela muito melhor que eu, só por ter essa essência e ela auto afirmar as vezes que consegue conquistar qualquer um com boa conversa, é mais ameaçador ainda, e pode ser bobo mas por mais que no começo eu achava fofo agora comentar ''que casal fofo'' e coisas similares a ''meu casal''(Vitão 2018), me causa pavor, kkkk brincadeirinha kkk. Raiva tenho também, mas só dele mesmo, por ser sonso a ponto de dizer também ''que tal nos usar essa metadinha de 3 com ela?''. AFF do nada, num momento nosso qnd estamos vendo fotos juntos e umas metadinhas DE CASAL pra usarmos. Na verdade, se eu não fosse tão insegura até que seria uma boa ideia, mas qualé, ele sabe como sou... acho que me desrespeitou nesse sentido, de ver que eu tava me esforçando pra não falar dela, pq sempre acabo desgastando muito a relação cm muita paranoia, e ele ir e falar dela, me deixa pensativa e séria de novo, pra compensar ele concordou com essa terceira opção minha ''3 fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve''. Que sinceramente seria a que mais me deixaria feliz, e aí gente, acham que se eu repensar, consigo equilibrar melhor a razão e a emoção? e talvez ache uma opção mais sensata do que essa última. Acham que estou sendo ciumenta em excesso? e que eu devo me responsabilizar sozinha(msm ele sendo um fator pra minha insegurança) por isso, não terminando mas dando um jeito. ME AJUDEM! EU QUERO SER UMA BOA PESSOA, sem isso eu não me sinto mais nada nesse mundo e posso querer acabar com tudo logo(eu sei que preciso de terapia), por que só vejo sentido naquilo que tem sentimento e minha vida se resume muito a ser boa pra ele, alguns amigos e pro meu doguinho que ele prometeu cuidar caso algo aconteça comigo. :) ''Por que não vou ao psicólogo? bom, não tenho grana, simples. Desde já agradeço a pessoa que ler esse texto enorme, tentei ser bem objetiva e clara sobre tudo, espero que tenham compreendido.
submitted by HappyPressure8291 to desabafos [link] [comments]


2020.09.17 19:47 blastoise2021 Sou gay e estou precisando de ajuda

Vi uma postagem na internet, aleatoriamente, sobre o caso de um menino de 20 anos no Canadá que perdeu sua virgindade com um cara do Grindr. Pareceu muito com a minha história e me atormenta até hoje: Aos 20 anos, em um dia de muito tesão, instalei o Grindr, encontrei um cara, a gente bateu um papo e ele me persuadiu a me encontrar com ele (ele fazia jogos psicológicos sobre não viver a minha vida e essas coisas, ele é psicólogo). Eu aceitei (então teve meu consentimento), ele veio me pegar na minha casa, fomos ao motel e ficamos, doía muito, eu estava com muito medo e tesão ao mesmo tempo, então ocorreu "tudo bem". Uma semana depois fui para a casa dele, já fizemos sexo novamente, porém dessa vez ele ejaculou dentro de mim sem meu consentimento, talvez por saber que eu era virgem. Nessa época eu tinha 0 amigos gays, não tinha muita informação sobre sexo, então confiei nele, aliás nem sabia que existia PrEP e afins. Isso foi em fevereiro de 2018. Em setembro de 2018 eu fiz um exame de HIV, deu negativo. Tive outros parceiros ao longo de alguns meses, novamente em setembro de 2019 fiz outro exame de HIV e deu negativo. Porém, como sou traumatizado por essa minha primeira experiência, as vezes esses pensamentos voltam à minha cabeça e me torturam. Nunca idealizei tirar a virgindade assim, pensei que fosse um momento mágico, mas só me trouxe ansiedade em ter flashes disso. Eu, paranóico, fiz exame de HIV agora em agosto, depois de mais de um ano sem fazer absolutamente nenhum sexo, esse comprei pela internet e fiz em casa mesmo, negativo novamente. Eu fico com bastante medo, afinal, ele gozou em mim sem consentimento, se eu soubesse que ele ia gozar JAMAIS teria deixado... Então... Alguém sabe como eu tirar esses pensamentos ruins da cabeça e parar de pensar que estou contaminado com alguma coisa? Eu fico preocupado, estou totalmente bem, fiz três exames, todos em longos prazos após os relacionamentos e todos deram negativo, mas mesmo assim continuo paranóico, isso é decorrente do trauma da minha primeira vez? Alguém tem alguma dica de como excluir essa minha primeira vez da minha mente e achar que isso nunca existiu?
submitted by blastoise2021 to sexualidade [link] [comments]


2020.09.13 18:45 MycologistImmediate6 Quero terminar com o meu namorado

Quero terminar meu namoro de dois anos e não tenho coragem Nos últimos tempos tenho pensado muito sobre o quanto meu parceiro é complicado e as vezes estranho, é uma boa pessoa, mas n sei se aguento dar continuidade. Estou tendo dificuldades até para ver um vídeo quando estou com ele, pq ele vive dizendo que os conteúdos que vejo não acrescentam nada na minha vida, me sinto manipulada sempre. Nasci em uma família religiosa e há 3 anos deixei a religião. Este relacionamento me faz sentir tão presa quanto a religião fazia. Ficaria feliz em ler a opinião de vocês.
submitted by MycologistImmediate6 to desabafos [link] [comments]


2020.09.11 22:26 Aggravating_Food "Liberdade" masculina

Chega a ser cômico como a maioria que compactua com essa cultura redpill, purplepill, todasascorespill ensina os homens a serem promiscuos, transar com meio mundo, viver a vida igual Charlie Sheen do Two and Half Man mas se forem se relacionar com alguém escolher uma mulher puritana, virgem e da igreja.
Falam que é da natureza da mulher trocar o parceiro mas sempre vemos homens terminando um relacionamento de anos por alguém que conheceu a poucos dias.
Acredito que não tem como você exigir esses "requisitos" se você mesmo não tem eles, independente se você for homem ou mulher.
Na minha opinião esses movimentos soam mais como uma frustração que tiveram e se revoltaram do que um movimento de liberdade.
Usam homens com autoestima baixa e frustrados para vender cursos em cima disso, prometendo torna-los uma espécie de cafetão.
submitted by Aggravating_Food to desabafos [link] [comments]


2020.09.11 18:31 GoldenFreddyTv Golden Freddy

Golden Freddy
❋・─━【Eai pessoal】──・❋
Mais uma teoria, dessa vez vamos voltar a fnaf 1 e vamos falar do golden freddy
Vocês devem saber que em fnaf 1 antes de golden freddy apareçer em sua sala apareçe varias aluçinações dos animatronicos e a frase "it's me"(sou eu)

Acredita-se que golden freddy diz isso pelo fato dele mesmo apareçer após isso, mais porque ele diz isso? Por que a frase "sou eu" apareçe?
Assim...
❋・───━【❆】━───・❋
Para descobrirmos isso vamos analisar quem é o golden freddy, em the silver eyes é revelado que golden freddy se chama michael brooks que era amigo de charlie quando criança, porem michael é sequestrado e assasinado por willian afton com mais quatro crianças, puppet então coloca as amas das crianças nos animatronicos e michael brooks se torna golden freddy
A uma teoria que michael afton seja nosso mike o guarda noturno de fnaf 1 se estiver certa então a frase it's me fara sentido, vamos pensar michael quando criança tambem passava muita parte do tempo na fredbear family diner e na freddy fazbear pizza ja que seu pai william trabalhava na pizzaria junto com seu parceiro henry que era dono do lugar e era pai de charlie, e se fomos analisar talvez michael brooks ia frequentemente a pizzaria ja que era amigo de charlie, então a uma possibilidade de que michael afton conhecia ou até era amigo de michael brooks, então como confirmado no livro o golden freddy/michael brooks é o unico das cinco crianças que se lembra de sua vida passada, então golden freddy deve ter reconhecido michael afton e tenta se cumunicar com ele, por isso em fnaf 2 não apareçe it's me.
❋・───━【END】━───・❋
Espero que tenham gostado pessoal, se tenham algo para falar ou uma teoria diga nos comentarios falou.
❋・───━【❆】━───・❋
submitted by GoldenFreddyTv to u/GoldenFreddyTv [link] [comments]


2020.09.11 04:19 No_Guarantee443 Max Size Pro Funciona Mesmo ?

Max Size Pro Funciona Mesmo ?

max size pro funciona mesmo ?
O que é Max Size Pro?
Max Size Pro pode ser usado como um suplemento nutricional embalado de alto desempenho. Além disso, é projetado para quem deseja crescer alguns centímetros mais, ter uma vida sexual mais longa e força máxima em H.

https://nutri-medi.com/max-size-pro-funciona/
Quais os Benefícios?

Max size pro Funciona Mesmo ?

Como Max Size Pro Funciona?

A estrutura anatômica do pênis é muito completa e a ereção ocorre quando os vasos sanguíneos (veias, artérias e capilares) causados ​​pela estimulação cerebral estão cheios. O Max Size Pro desempenha um papel importante na válvula da sala de manutenção, podendo impedir o retorno venoso por um determinado período de tempo, proporcionando assim maior poder de ereção e o dobro da força na relação sexual.
Nesse caso, para que o processo de ereção ocorra sem problemas, uma série de fatores deve ser considerada, sendo um deles a quantidade máxima de sangue no corpo cavernoso, a liberação de estímulos e o equilíbrio hormonal. Desta forma, Max Size Pro oferece todas essas funções em uma única cápsula, para que sua ereção seja perfeita, sem complicações e sem falhas.
Este suplemento foi preparado especialmente para você. Ao todo, Max Sise é composto principalmente por arginina e uma série de princípios ativos naturais que, após anos de pesquisa, foram cuidadosamente selecionados para proporcionar a melhor diversão e prazer durante o sexo.
  • Aumenta o Tamanho e a Grossura do pênis;
  • Maiores Ereções durante o ato sexual;
  • Ajuda no combate da Ejaculação Precoce;
  • Melhora a Potência e disposição;
  • Dobra a Virilidade e Energia Masculina;
  • Promove Ejaculações longas e demoradas;
    É seguro para saúde?
Sim, Max Size Pro funciona como um suplemento alimentar 100% testado e comprovado! E não vai representar nenhum risco para a saúde. Além da ejaculação longa e plena com o seu parceiro, também vai fornecer métodos de tratamento rápidos e progressivos, incluindo o aumento do tamanho e espessura do pênis, o fim da ejaculação precoce, maior força e masculinidade Vitalidade. Além disso, o resultado é uma maior qualidade de vida com a esposa, e mais saúde e saúde social e mental. Veja mais detalhes sobre a ejaculação precoce aqui.
Tem efeitos Colaterais?
Max Size Pro usa ingredientes naturais em sua fórmula. E por ser totalmente natural, não causará efeitos adversos no nosso organismo, por exemplo, pode ser adquirido e tomado sem receita médica. Além disso, uma vida sexual saudável pode trazer maior qualidade de vida e bem-estar social, reduzir o estresse e melhorar o humor, o que é um resultado evidente nas primeiras semanas de uso do produto.

https://nutri-medi.com/max-size-pro-funciona/
Qual o segredo que faz o Max Size Pro ser Campeão em Vendas no Brasil
Já no quesito vida masculina, o Max Size Pro ocupa o primeiro lugar, é cadastrado no Ministério da Saúde e autorizado pela ANVISA. Portanto, ao contrário de outros produtos do mercado, Max Size Pro é muito eficaz. Além de fornecer tamanho, espessura e potência, também tem um efeito anti-ansiedade moderado, elimina a ansiedade e o estresse e proporciona uma vida acima da média Qualidade, porque os seus ingredientes são 100% naturais, só os ingredientes que pensar estão incluídos na fórmula.
Desta forma, alguns ingredientes cuidadosamente selecionados após anos de pesquisa podem trabalhar juntos para garantir melhor circulação nas artérias e veias do pênis, proporcionando assim uma ereção duradoura. Além de aumentar o tamanho e a espessura do pênis, também pode maximizar Para melhorar o prazer. A adesão é rápida e eficaz.
É Aprovado pela Anvisa?
SIM. O Max Size Pro é aprovado pela Anvisa nos termos da RDC 240 de 26/07/2018, sendo assim fica dispensado de registro, pois é avaliado como 100% Seguro para o consumo da população, isto é, Natural. E também pelo Ministério da saúde.

max size pro funciona mesmo ?
Qual a reputação no Reclame Aqui?
Max Size Pro foi totalmente aceito por seus usuários, fiz uma busca detalhada no site oficial do reclame aqui, verifique o seguinte. No entanto, até o momento, não houve reclamações sobre validade, prazo de entrega e outras reclamações. Isso porque, devido à alta qualidade do produto, aliada ao atendimento eficiente e à equipe de logística, o Max Size Pro não tem reclamações no Reclame Aqui, e esperamos continuar assim por muitos anos.
Como usar ? Quanto para dar resultados ?
É indicado a ingestão diária de 2 cápsulas de Max Size Pro. Sugestão: 1 Cápsula as 11 h da manhã e outras as 19 h com água de preferência. (Leandro Alves Farmacêutico - CRF/MT: 4463) Autor desse Blog.
Onde e Como Comprar?
Max Size Pro é vendido apenas no site oficial. Basta clicar no botão "Comprar" abaixo para adquirir o seu produto, só vendemos produtos no site oficial, basta clicar no botão "Comprar" abaixo para acessar. Além disso, Max Size Pro não será vendido em farmácias porque cada lote de estoque que recebemos se esgota rapidamente. No entanto, como não podemos fornecer produtos de alta qualidade para todos os pontos de venda, o volume de vendas não nos permite vender em farmácias ou lojas de produtos naturais.

max size pro funciona mesmo ?

https://nutri-medi.com/max-size-pro-funciona/
Tem Garantia?
Sim, Max Size Pro oferece uma garantia de teste condicional. Se por algum motivo você não gostar do Max Size Pro, ou se ele não atender aos requisitos e você não ficar satisfeito, reembolsaremos 100% do valor que você pagou, sem problemas ! Portanto, você não tem nenhuma razão para não comprar Max Size Pro imediatamente e viver uma vida feliz com seu parceiro!
Nota: a sua satisfação é o mais importante para nós, não queremos apenas o seu dinheiro!

max size funciona mesmo ?
Qual tempo de Entrega?
O prazo de entrega é de 10 a 15 dias úteis a contar da compensação do pagamento. Porém, a maioria das encomendas chegam com 7 dias.
Qual o Valor?
O kit favorito do cliente é o kit de 3 frascos porque tem a melhor vantagem de custo. Desta forma, você paga 5 e ganha 1 grátis. Envie para todo o Brasil. Recomenda-se que este pacote seja usado por 3 a 4 meses de tratamento.

max size pro funciona mesmo ?
I - Kit: 1 POTE (PROMOÇÃO): R$ 273,00
II Kit: 3 POTES (PROMOÇÃO): R$ 393,96
III Kit: 5 POTES (PROMOÇÃO): R$ 514,44 (Kit mais vendido) FRETE GRÁTIS !!
FRETE GRÁTIS PARA TODO BRASIL (KIT 3)!! PRAZO DE ENTREGA DE 10 A 15 DIAS ÚTEIS !! Max Size Pro FUNCIONA de verdade
TAG: Max Size Pro – MaxSize Pro- Maxsize Pro – Max Size Pro funciona Max Size Pro valor – Max Size Pro bula – Max Size Pro é bom mesmo –Max Size Pro funciona mesmo – Max Size Pro como tomar – Max Size Pro como usar – Max Size Pro onde comprar – Max Size Pro vai funcionar mesmo – Max Size Pro mercado livre - Max Size Pro preço – Max Size Pro Composição – Max Size Pro Anvisa –Max Size Pro Reclame Aqui.

https://nutri-medi.com/max-size-pro-funciona/
submitted by No_Guarantee443 to u/No_Guarantee443 [link] [comments]


2020.09.10 06:00 Slice_Tiny Sinto meu relacionamento chegando ao fim e não sei como reagir

Não sei como descrever a situação, acredito que o título já diz tudo.
Estamos juntos há 3 anos e deste sempre moramos juntos, embora tenhamos uma ótima sintonia quando a planos para o futuro e estilos de vida parecidos também enfrentamos sérios problemas quando a tarefas domésticas, escrevendo assim parece estúpido mas a situação é desgastante.
Sempre procuramos dividir para que ninguém fique sobrecarregado, mas meu parceiro raramente faz a sua parte... com o passar dos dias acabo deixando minha parte de lado também e de repente ele resolve fazer o que estava pendente e reclamar do que não fiz de forma estúpida e totalmente arrogante.
Essa é a rotina, no último ano ao menos, sempre conversamos e ele diz que irá se esforçar mas isso nunca acontece. No último fim de semana brigamos feio por isso e ele realmente resolveu correr atrás, e começou a fazer algumas de suas tarefas e tentar demonstrar de alguma forma que se importa comigo... Mas sinto que já é tarde demais, se quer consigo retribuir seus "eu te amo"...
submitted by Slice_Tiny to desabafos [link] [comments]


2020.09.10 01:34 desgracadasso PAU PEQUENO, MINHA VISÃO E MINHA HISTÓRIA

À TODOS QUE QUEREM TER UMA VIDA SEXUAL COM PAU PEQUENO, FELIZ OU PELO MENOS MAIS DIGNA, PRESTEM ATENÇÃO
Minha vida inteira eu busquei achar alternativa, uma visão feliz sobre tudo isso, só que eu cansei, eu já pensei em tudo e já pensei em suicídio. Estou pensando em acabar com tudo. Há muitas mentiras e amenidades quando se trata desse tema com o intuito de não chocar ou até mesmo desesperar os homens, mas as mulheres deveriam ser mais sinceras. Uma dessas mentiras ou amenidades são constantemente feitas pelas mulheres (em revistas, programas de rádio e televisão) que dizem não se importar com o tamanho do pênis do parceiro mas não é verdade, elas preferem sim parceiros com pênis maiores e se decepcionam com homens com pênis menores do que 16 cm. Sei bem que o órgão genital feminino tem mais sensibilidade no clitóris e na entrada dos pequenos lábios vaginais mas elas também necessitam da sensação de preenchimento do canal vaginal, tanto em profundidade quanto em espessura (é uma necessidade natural do sexo feminino), afimal na hora do sexo elas querem sentir que são mulheres, querem se sentir possuídas por um homem e que tem um macho de verdade em meio às suas pernas. Não se enganem, o tamanho é sim documento para as mulheres. Por isso peço as mulheres que digam a verdade, mesmo que cause tristeza, mesmo que acuse dor, sofrimento e angústia, pois acredito que a verdade mais cruel é melhor do que a mentira mais piedosa.
Alguns vão dizer: Use a língua, use os dedos, use um desses brinquedinhos sexuais, mas sejamos francos, as mulheres só pedem por isso quando o pênis se mostra insuficiente e nos casos de lésbicas que se satisfazem entre si, ainda assim algumas delas usam pênis de silicone (que nunca são inferiores à 18 cm).
Os truques sexuais podem ser ensinados a qualquer homem. Se ele aprender ser carinhoso, excitar a mulher de forma a deixá-la bem molhada e relaxada, o cara pode ter um pênis de 22cm que não causará incômodo algum, aí fica a questão: Alguém acredita mesmo que se a mulher puder escolher entre dois homens que saibam como fazer tudo de forma perfeita ela escolheria o homem de pênis pequeno??? Claro que não. E não adianta passar um tempão em preliminares pois se isso excita a mulher, no começo (que são as preliminares) as deixam subindo pelas paredes, o pênis pequeno mesmo que bem duro será considerado medíocre e no fim a transa será para ela decepcionante.
Minha história. Já fui casado com uma mulher com a qual sempre tive dificuldade em satisfaze-la, meu pênis tem apenas 13 cm e apesar de me esforçar muito nas preliminares e ser muito carinhoso sempre deixei a desejar. Ela até já me pediu para que tivéssemos uma "relação aberta" para que ela pudesse ter um homem, prestem atenção; ela disse claramente "ter um homem" o que me entristeceu muito e resultou é claro em divórcio. Estou em meu segundo casamento e percebo que minha esposa atual também se mostra insatisfeita e para termos relação sexual tenho que insistir muito. Percebi que ela faz mais por "obrigação de esposa" do que por gosto e ela mesma já me disse diversas vezes para eu não me importar se ela não sentir nada.
Por isso meus amigos de pau pequeno, tenho algo muito duro mas sincero para lhes dizer, só temos 3 opções: 1° Aceitar a vida de corno manso ou; 2° Partir para a homossexualidade, afinal já que não somos homens o suficiente então deixemos a tarefa para os homens que nasceram com todos os atributos verdadeiramente masculinos, ou; 3° Suicídio.
submitted by desgracadasso to sexualidade [link] [comments]


2020.09.07 08:06 arrux1 Eu estou exagerando ou sendo c*zona? Pessoa morando com a família sem consentimento de todos

A minha vida quase toda morei com meus irmãos e minha mãe na casa dela (onde estou atualmente). Porém, em 2016 mudei-me para o Rio de Janeiro por conta da faculdade e fiquei voltando a minha cidade natal apenas nas férias. Com a pandemia consegui homeoffice do estágio e EAD e regressei a casa da minha mãe em março pois achei que seria uma boa ideia ficar mais próximo da minha família nesse momento (risos) e estou temporariamente aqui até agora...
Meu irmão mais velho arranjou uma namorada (eles namoram + ou - a 2 anos) que é sócia de trabalho dele. No inicio do relacionamento ela aparecia de vez em quando aqui em casa, e quanto mais a produção do trabalho deles aumentava mais a frequência dela por aqui tb aumentava. Eu nunca tive problemas com a presença dela antes, até pq passava a maior parte do meu tempo no Rio. Porém, no terceiro mês que regressei a casa da minha mãe, em meados de junho, comecei a achar estranho o fato que ela ficava 24/7 aqui em casa, comia, dormia, ia pro trabalho, voltava e ficava direto por aqui.. porém relevei por questão da pandemia... era compreensível. Meu irmão do meio começou a ficar um pouco incomodado com isso tb pq jamais em nossas vidas trouxemos parceiros para passar tanto tempo nessa casa (até pq no passado, nossa mãe nunca permitiu) e segundo ele, essa situação já estava acontecendo bem antes da pandemia (meu irmão do meio também tem namorada atualmente e ela só apareceu por aqui nesse período algumas poucas vezes). Para além dessa situação, eu não me sinto muito confortável quando pessoas que não são do convívio diário passam muito tempo no lugar onde moro interruptamente, sinto que é uma invasão de privacidade (isso acontece também no meu apartamento do Rio com visitas que ficam mt tempo as vezes, mas converso com minha house mates e sempre resolvemos as situações numa boa - moramos a 4 anos juntas).
O tempo foi passando, eles começaram a comprar uma cama nova, microondas... até que minha mãe hoje confessou pra mim que achava que a menina tinha entregado o apartamento dela e estava morando aqui em casa (ela faz univ fora e n tem família aqui). A questão é: quando eu ouvi isso, eu fiquei muito puta!
Cara eu achei um absurdo a situação. Como é que uma pessoa se muda pra casa que eu morei minha vida quase toda e não conversa com ninguém? Tipo, eu entendo que estamos numa pandemia, ok, mas a menina se mudou sem previsão nenhuma de volta e não falou nada sobre isso. Como é que alguém vai comendo pelas beiradas e do nada PUFF se muda pra sua casa? Eu achei bizarro pra crl sendo que nem noivos eles são nem nada, é um namoro de 2 fucking anos.
Eu me senti desrespeitada pois não fui consultada e dividi isso com minha mãe. Falei que não gostei da forma que as coisas foram feitas, como é que se mudam pra uma casa com uma família morando e não consultam os moradores? Ela me respondeu que achava que eles iam casar em breve pq "a menina queria muito" e como mãe, queria dar o apoio nesse momento.
A menina não conversou nada com minha mãe que ia se mudar pra lá e aparentemente ela não ta ligando muito pra isso... Porém minha mãe ficou chateada pq eu fiquei afetada. Mas eu não acho que estou errada... enfim, de qualquer forma já estou vendo passagens para regressar ao Rio no próximo mês pois meu trabalho vai voltar presencial em breve, mas está me preocupando o fato dessa situação se alargar por muito tempo... tenho medo de ter que voltar pra essa casa por questões financeiras no futuro (vou fazer de tudo para que não) e ter que conviver com mais uma pessoa que não escolhi (como se não já bastasse a relação conturbada com meus familiares). Eu jamais me mudaria pra casa dos pais de um namorado sem conversar com a família dele antes nem traria pra morar comigo assim sem mais nem menos. Enfim, vocês acham que eu estou exagerando? É legítima minha indignação?
Nota: Meu irmão mais velho já teve relacionamentos muito mais duradouros no passado de 5, 6 e 8 anos e isso NUNCA rolou antes, nunca tive esse problema com nenhuma delas. Nem com namorados meus ou namoradas do meu irmão do meio.
Nota2: Aparentemente essa menina quer muito casar com ele e eles se dão bem, mas não sei se meu irmão quer...
Nota3: Todos os moradores da casa são adultos maiores de idade.
submitted by arrux1 to desabafos [link] [comments]


2020.08.30 11:19 brunovhaze Pensamentos suicidas todos os dias. Preciso de ajuda

Antidepressivos me foderam hard. Acho que estou com PSSD, que é disfunção sexual pós antidepressivos. Mas não se trata só disso... Além dos sintomas sexuais (que sai BIZARROS e eu tenho vários: tô broxa, precoce, não tenho mais ereções noturnas, não sinto nem o toque lá embaixo) vem no pacote os problemas cognitivos e a COMPLETA falta de estímulos emocionais. Tem também a parte física, no caso estou ficando careca e perdendo massa muscular muito rápido, pelos ficando finos. E eu sempre fui um cara ativo no sexo e muito, muito emotivo, e com memória e cognição muito boas. Passei todos os anos da minha vida me apaixonando e nem isso consigo mais sentir, mesmo que aparecesse minha alma gêmea. Esses tempos apareceu uma gata que é exatamente eu versão feminina, e eu não senti 10% do que eu sentiria normalmente. Não pude corresponder e levei um ghosting fodido, uma coisa que eu sofreria muito no passado e me traria muita ansiedade. Também sem a mínima reação.
Não me sinto mais eu mesmo, e não quero ficar assim pra sempre. Tem gente que tá nessa há 10, 15, 20 ANOS. E eu estou há 23 dias sem a medicação e não sinto melhoria nenhuma. Estou completamente abalado, perdido e me sinto sem ajuda. Mesmo fazendo terapia, as sessões estão sendo inúteis, visto que nada mais nem me anima ou me aflige.
Estou só a casca de um humano. Um zumbi. Me assistindo fazer coisas automaticamente. Perdi o prazer vindo da coisa que eu mais amo na vida: música e sexo. De preferência ambos.
Além disso, perdi a capacidade total de sentir efeito de café, cigarro e álcool. Além de que os remédios (pra dor de cabeça por exemplo) não fazem mais efeito, igualmente.
Não consigo mais sentir sono, fome, nada. Tenho muita saudade de mim. Muita mesmo. Daria tudo pra me ter de volta, pra ter minha depressão e ansiedade alta comigo, afinal, criavam minha identidade e personalidade.
Eu penso em suicídio e planejo isso todos os dias, e não sinto absolutamente nada por isso. Estou desesperado e não sinto nada sobre também. Eu quero morrer. Não é possível viver pela metade. Tenho medo de esquecer quem um dia eu já fui. Malditos psiquiatras que dizem a mentira de cérebro desequilibrado. Nunca mais toco nessas porras, que me deixaram sequelado por conta de uma solução ridícula que não muda nada na vida. E pior: eu tomei a contragosto.
"Equilíbrio se move mas não se muda. Fragmentos e lamentos são o que compõem tudo aquilo que te fica e tudo aquilo que se vai. Pra só depois poder quem sabe passar a ser tudo que já fui, só não exatamente aquele outro que eu deixei pra traz. Aí fica a nóia de esquecer. Mudar e rearranjar, só pode ser. Tudo é arranjo, tudo é composição mesmo. É o jeito. Mutável só se for até equilibrar. Acaba tudo sendo antes de qualquer coisa, mútuo, e antes de mais nada, métrico. E o tempo é mestre, e o mestre mandou. Quer queira, quer não. Acontece. Parece viagem, ô se parece. Parceiro, te juro que é, bota fé? Diz ai. Só assim. Toma um passe. É passageiro. Bença. Confessa e desabafa. Sinta o que for, até acabar, até que despedace. Até que padeça contra a própria vontade. Só não me pergunte no que é que pode dar. De duas é sempre uma: vá cedo ou venha tarde"
submitted by brunovhaze to desabafos [link] [comments]


2020.08.29 17:12 DysmorphicDogo Odeio quando as pessoas idealizam a figura materna e demonizam tanto a figura paterna

Não são só mães que podem ser presentes e amáveis pros filhos. Pais também podem ser assim.
Mães podem abandonar, podem agredir o parceiro, podem ser irresponsáveis, podem ser mais machistas do que os pais, podem nunca dar um conselho útil, podem ser venenosas e tóxicas, podem agredir os filhos também.
Essa é minha mãe. A de muitas outras pessoas também é assim.
"Ai, porque macho não serve pra ser pai, a mãe sempre faz tudo, né". Não. Não é sempre assim.
Eu não sei o quão abrangente é essa generalização, nunca vi estatística sobre isso nos EUA ou no Brasil. Então não sei também. Pode ser que isso seja um tópico sensível pra mim, já que eu amo demais o meu pai e eu odeio demais a minha mãe.
Se eu pudesse eu dava uma vida de ouro pro meu pai e câncer nos ossos pra minha mãe.
submitted by DysmorphicDogo to ClubeDaLuluzinha [link] [comments]


2020.08.29 00:32 anon_jvitor Amizade com homem é um saco e com mulher é inviável

Tô aqui quase chegando nos meus 30 anos e começo a perceber algumas coisas sobre amizades. Sempre fui um homem que só tinha amigas. Amizades entre pessoas de sexo oposto heterossexuais sempre têm alguma coisa de sexual. Já recebi elogios de amigas, já elogiei, já tive amigas que me deram indiretas, enfim. Mas apesar disso considero que são amizades verdadeiras. O problema é que com um namoro de longo tempo, parece que a amizade com mulheres se torna um problema. Tenho tido muitas discussões com a minha namorada por questões de ciúmes. Aos poucos, sem querer, estou me afastando das minhas amigas. Algumas amigas minhas também entram em relacionamentos e acabam ficando mais distantes comigo, acho que por medo de gerar ciúmes no parceiro. Fazer amizade com homens é um saco. Não dá para falar de sentimentos com um amigo do mesmo sexo, que eles fazem piada. Os caras vem falar de futebol e de um monte de coisas que não me interessam. Simplesmente não dá para manter um assunto. Fora a merda que é ter que ficar o tempo todo reforçando a minha heterossexualidade. Outro dia eu estava com o meu orientador em uma viagem, um cara quase 20 anos anos velho que eu, casado, com filhos. Aí ficamos em um quarto que só tinha uma cama de casal. Eu perguntei inocentemente se nós íamos dormir naquela cama, e ele respondeu: "não!!! dois homens na mesma cama??? Tá doido???". Eu fiquei sem entender a situação. Como assim ele tem medo de virar gay só por dividir a cama comigo? Ele é casado com uma mulher, eu tenho namorada, e ele tem medo de virar gay por dormir na mesma cama??? Me poupe! Enfim, não consigo fazer amizade com homens por causa dessas coisas, acho que o jeito é entender que eu não posso mais ser como o jovem solteiro que vivia cercado de amigas, e que eu também não posso ser amigo dos homens, e que a vida é, de fato, solitária para um homem hétero que a vida toda manteve amizade somente com mulheres.
submitted by anon_jvitor to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 16:02 Scabello More about Belarus color "revolution"

Text from a amazing marxist virtual magazine from Brazil.

https://revistaopera.com.b2020/08/26/belarus-nacionalismo-e-oposicao/

Belarus: nacionalismo e oposição


As manifestações em Belarus estão recebendo uma grande cobertura nos meios ocidentais, o que se reflete na imprensa brasileira, que se contenta em traduzir e repetir aquilo que é dito em grandes veículos europeus. A amplitude e até a paixão dessa cobertura gera, por efeito de contraste, uma sensação de falta de profundidade, já que em meio de tantas notícias, carecemos até mesmo de uma introdução sobre aspectos específicos do conflito e dos atores que participam dele. O que a cobertura nos oferece, no entanto, é uma narrativa sobre manifestantes lutando contra um ditador em nome da liberdade, discurso fortalecido por uma certa abundância de imagens. Na frente desta luta, a candidata derrotada – alegadamente vítima de fraude – Sviatlana Tsikhanouskaya, uma “mulher simples”, “apenas uma dona de casa”, o símbolo da mudança. Em alguns dos meios de esquerda e alternativos, este posicionamento da grande mídia já gera uma certa desconfiança. Imediatamente surgem perguntas sobre quem forma essa oposição e se podemos fazer comparações com a Ucrânia em 2014, onde uma “revolução democrática” foi acompanhada por grupos neofascistas, ultranacionalismo e chauvinismo anti-russo. Outros já se revoltam contra o reflexo condicionado e declaram que não podemos julgar os eventos de Belarus pela ótica dos eventos ucranianos, e que avaliações não deveriam ser feitas na função inversa da grande mídia. Me deparando com a diversidade de problemas que podem ser desenvolvidos a partir do problema de Belarus, decidi começar com um problema simples de imagem e simbologia, mas que nos traz muitas informações. As imagens que estampam os jornais são dominadas por duas cores: branco e vermelho.

Uma disputa pela história

Uma faixa branca em cima, uma faixa vermelha no meio e outra faixa branca embaixo – esta bandeira domina as manifestações oposicionistas em Belarus. Ela surgiu primeiro em 1919, em uma breve experiência política chamada de República Popular Bielorrussa, órgão liderado por nacionalistas mas criado pela ocupação alemã no contexto do pós-Primeira Guerra, Guerra Civil na Rússia e intervenção estrangeira que ocorreu naquele período. Uma bandeira diferente do símbolo oficial de Belarus: do lado esquerdo, uma faixa vertical reproduz um padrão tradicional bielorrusso, como na costura, em vermelho e branco, do lado duas faixas horizontais, vermelho sobre verde (somente um terço em verde). Bandeira muito similar à velha bandeira da República Socialista Soviética de Belarus, com a diferença que na antiga o padrão tradicional estava com as cores invertidas e na massa vermelha horizontal brilhava a foice-e-martelo amarela com uma estrela vermelha em cima. Os manifestantes também usam um brasão de armas histórico do Grão Ducado da Lituânia, a Pahonia, onde vemos um cavaleiro branco, brandindo sua espada e segurando um escudo adornado por uma cruz jaguelônica. O emblema oficial de Belarus, no entanto, é diferente, correspondendo à simbologia soviética, onde um sol que se levanta sobre o globo ilumina o mapa de Belarus, com bagos de trigo nos flancos e uma estrela vermelha coroando a imagem. Essa diferença entre símbolos do governo e da oposição não é só uma diferença política momentânea, mas remete a uma disputa pela identidade nacional de Belarus, a processos divergentes de formação de consciência nacional, conforme exemplificados por Grigory Ioffe. Quando Belarus se tornou independente da União Soviética nos anos 90, isto aconteceu apesar da vontade popular, sem movimentos separatistas como os que ocorreram vigorosamente nas repúblicas soviéticas bálticas, vizinhas de Belarus pelo norte, ou na parte ocidental da Ucrânia, país que faz fronteira com Belarus pelo sul. Pelo menos até pouco tempo atrás, a maioria dos cidadãos se identificava com a Rússia e concebia a história de Belarus no marco de uma história soviética. Para a maioria da população, o evento mais importante da história de Belarus foi a Grande Guerra Patriótica, isto é, a resistência contra os invasores nazistas, o movimento partisan como primeiro ato de vontade coletiva. É depois da guerra que os bielorrussos se tornam maioria nas cidades do país (antes de maioria judaica, polaca e russa), bem como dirigentes da república soviética – líderes partisans se tornaram líderes do partido. Esse discurso filo-soviético também é acompanhado pela ideia de proximidade com a cultura russa, inclusive a constatação de que é difícil fazer uma diferenciação nacional entre as duas culturas. Em termos de narrativa histórica, isso é acompanhado por afirmações como a de que a Rússia salvou o povo das “terras de Belarus” da opressão nacional e religiosa dos poloneses. Então, figuras históricas da Rússia são lembradas, como por exemplo o general Alexander Suvorov (1730 – 1800), que é celebrado como um herói da luta contra a invasão polonesa das “terras de Belarus” e da Rússia em geral. Essa ideia de união entre Rússia e Belarus é fundamental para o pan-eslavismo. A revolução em 1917 também é considerada um episódio nacional, o começo da criação nacional de Belarus dentro da União Soviética, com sua própria seção bolchevique e adesão dos camponeses à utopia comunista, mas nem isso e nem a história nacional russa superam a Segunda Guerra Mundial como fator de consciência nacional. Contra esta visão surgiu uma alternativa ocidentalizante, que propõe que Belarus é um país completamente diferente da Rússia, que foi dominado pela Rússia e que precisa romper com Moscou para ser um país europeu. Essa tendência tenta afirmar a existência de um componente bielorrusso específico na Comunidade Polaco-Lituana, identificando a elite pré-nacional com nobres locais. Atribuem a “falta de consciência nacional” no país à intrigas externas. Seus heróis de forma geral são heróis poloneses, e celebram quando os poloneses invadiram a Rússia. Se esforçam por fazer uma revisão histórica que justifique a existência de uma nacionalidade bielorrussa atacando a narrativa ligada à Segunda Guerra Mundial, renegando a luta dos partisans e enquadrando sua nação como uma “vítima do estalinismo”, que passa ser comparado com o nazismo como uma força externa. Suas preocupações centrais, além de tentar construir uma história de Belarus antes do século XX, está a preservação da língua bielorrussa em particular, com suas diferenças em relação ao russo. Nessa visão, as repressões do período Stálin deixam de ser uma realidade compartilhada com os russos e outras nacionalidades soviéticas, para ser entendida como uma repressão contra a nação de Belarus, exemplificada principalmente pela repressão de intelectuais nacionalistas. Na tentativa de desconstruir o “estalinismo” e os partisans, os nacionalistas defenderam a Rada Central de Belarus, um órgão colaboracionista criado pela ocupação alemã, que não pode ser chamado sequer de governo títere, mas que adotava a visão histórica dos nacionalistas e fez escolas de língua exclusivamente bielorrussa em Minsk. A Rada foi liderada por Radasłaŭ Astroŭski, que foi para o exílio norte-americano e dissolveu órgão depois da guerra para evitar responsabilização por crimes de guerra. A versão nacionalista não só defende a “posição complicada” dos colaboradores nos anos 40, como revisa positivamente o papel do oficial nazista Wilhelm Kobe, Comissário Geral para Belarus entre 1941 e 1943 (até ser assassinado pela partisan Yelena Mazanik). Argumenta-se que Kobe seria um homem interessado nas coisas bielorrussas e seu domínio permitiu o florescimento nacionalista. Do lado colaboracionista existiu uma Polícia Auxiliar e a Guarda Territorial Bielorrusa, as duas ligadas aos massacres nazistas e associadas a uma das unidades mais infames da SS, a 36ª Divisão de Granadeiros da SS “Dirlewanger”. Depois, foi formada por uma brigada bielorrussa na 30ª da SS. A colaboração usava as bandeiras vermelha e branca, com a Guarda Territorial usando braçadeiras nessa cor. Essas cores seriam retomadas na independência do país em 1991, mas foram muito atacadas por sua associação com a colaboração. Por isso ela foi rechaçada por uma maioria esmagadora em um referendo realizado em 1995, que definiu os símbolos nacionais de hoje e mudou o “Dia da Independência” para 3 de Julho, dia em que Minsk foi libertada das forças de ocupação nazista, em 1944. A visão nacionalista e ocidentalizante é minoritária, compartilhada por algo entre 8% e 10% da população; número que é consistente com o número de católicos do país – um pouco maior, na verdade, o que serve para contemplar uma minoria de jovens de Minsk, que proporcionalmente tendem a ser mais adeptos de uma visão distinta da história soviética. Em 1991, o nacionalismo se reuniu na Frente Popular Bielorrussa, em torno da figura do arqueólogo Zianon Pazniak, que representava uma militância radical, anti-russa, europeísta e guardiã dessa simbologia nacional. O movimento fracassou e parte disso provavelmente se deve à liderança de Pazniak, tido como intolerante. Havia também um movimento paramilitar chamado Legião Branca, que se confrontaria com Lukashenko no final dos anos 90. Estes seriam “os nazis bielorrussos dos anos 90”, pecha que é disputada por seus defensores, que os retratam até mesmo como democratas, mas que é justificada por seus detratores baseada em seu separatismo étnico e intolerância dirigida aos russos apesar de viverem no mesmo espaço e a maioria do seu próprio país falar a língua russa. Ainda assim, o alvo-rubro vem sendo reivindicado como um símbolo de liberdade, democracia e independência: seus defensores vêm tentando firmar a identidade dessa bandeira mais em 1991 do que em 1941. Para todos os efeitos, se tornou um símbolo de oposição Lukashenko, símbolo de “outra Belarus”, com boa parte dos jovens mantendo uma atitude receptiva em relação a ela – um símbolo carregado de controvérsia, mesmo assim. Essas divergências simbólicas escondem diferentes histórias e questões políticas radicais. Além disso, é possível constatar que Belarus tem dois componentes nacionais externos em sua formação: os poloneses e os russos. No plano religioso, o catolicismo associado com Polônia e a ortodoxia associada à Rússia (segundo dados de 2011, 7,1% da população católica, 48,3% ortodoxa e 41,1% diz não ter religião, 3,5% se identificam com outras). Na disputa histórica, existe uma narrativa filo-soviética e outra ocidentalizante. Nesta última década, o próprio governo Lukashenko presidiu sobre uma política de aproximação e conciliação dessas narrativas históricas sobre Belarus, tentando ocupar uma posição mais nacionalista, mesmo que mantendo o núcleo soviético como fundamental. Esta aproximação foi muito criticada por um núcleo duro de patriotas e irredentistas russos. Por outro lado, dentre os manifestantes não necessariamente há uma ruptura total com a narrativa histórica partisan e motivos antifascistas, pelo menos não se buscarmos casos individuais – nesse caso, o uso histórico da bandeira seria ignorado ou superado por outra proposta. Apesar de existir uma oposição que busca lavar a bandeira alvirrubra, é possível identificar nacionalistas radicais na oposição?

Belarus não é Ucrânia – mas pode ser ucranizada?

Pelo menos em meios ocidentais, se afirmou muito que “a crise de Belarus não é geopolítica”. Muitos textos publicados no Carnegie Moscow Center elaboraram em torno dessa afirmação. A declaração da Comissão Europeia afirmou isso. O professor e colunista Thimothy Garton Ash escreveu no The Guardian que sequer se pode esperar um regime democrático liberal depois da saída de Lukashenko, e relata contatos com bielorrussos que dão a impressão de um sentimento ao mesmo tempo oposicionista e pró-russo. Por esse argumento, Belarus é diferente da Ucrânia, as manifestações não têm relação com geopolítica, os bielorrussos até gostam da Rússia e a lógica extrapola ao ponto de dizer que, portanto, Putin tende a apoiá-las. Mais de um texto fala de como a identificação entre bielorrussos e russos, como povos irmãos ou até iguais, “anula” essas questões – isto é, estes textos têm como pressuposto uma solidariedade nacional, uma continuidade entre os dois povos, algo distinto do radicalismo nacionalista. Até parecem acreditar que isto tiraria de Putin o interesse de ajudar Lukashenko ou da Rússia enquadrar esses eventos na sua visão estratégica como algo equivalente ao problema ucraniano. De fato, Belarus não é a Ucrânia. A divisão sobre a identidade nacional não é tão polarizada em Belarus como é na Ucrânia. A divisão regional e linguística, bem como as diferentes orientações geopolíticas, não é tão radical. A marca da colaboração e suas consequências políticas não é tão forte em Belarus como é na Ucrânia – não acredito que o nacionalismo em Belarus está no mesmo patamar do ultranacionalismo ucraniano. No plano da operação política, a comparação com a Ucrânia é feita em função do Maidan de 2014, onde também existem diferenças. O Maidan teve a participação decisiva de partidos políticos consolidados e posicionados dentro do Parlamento, que no momento final tomaram o poder do presidente Yanukovich usando seu poder parlamentar. Partidos ligados a oligarcas multimilionários, com políticos que enriqueceram em negócios de gás, e nas ruas uma tropa de choque de manifestantes formada por nacionalistas bem organizados. Dito isso, devemos olhar para o posicionamento da oposição bielorrussa e não aceitar de forma acrítica as narrativas de que a manifestação não tem nada a ver com geopolítica e que não possuí liderança. Alegam que questões como adesão à OTAN e integração europeia não são primárias na política de Belarus – será mesmo? E essas questões nacionais, não têm relação alguma com as manifestações? Primeiro, um dos movimentos que protagoniza enfrentamentos de rua em Belarus desde outros anos (especialmente nos enfrentamentos de rua de 2010) e se destaca nos meios oposicionistas, inclusive com reconhecimento ocidental, é a Frente Jovem, que é um movimento nacional radical, acusado de filo-fascista e ligado aos neofascistas ucranianos. Este movimento também é ligado ao partido Democracia Cristã Bielorrusa (DCB), o qual ajudou a fundar. Ambos são contra o status oficial da língua russa e querem retirar o russo das escolas. Pavel Sevyarynets, um dos fundadores da Frente Jovem e liderança da DCB, é frequentemente referido como dissidente e “prisioneiro de consciência” foi organizador da campanha “Belarus à Europa”. Ele foi preso antes das eleições como um organizador de distúrbios. A Revista Opera teve acesso ao material de um jornalista internacional que entrevistou um professor de artes bielorrusso, autoproclamado anarquista e defensor das manifestações, que se referiu à prisão de Sevyarynets como um ato preventivo do governo e respondeu a uma pergunta sobre as reivindicações do movimento dizendo que as pessoas tem em sua maior parte bandeiras nacionalistas. Em segundo lugar, cabe ressaltar que um dos principais partidos de oposição e representante das declarações atuais é o Partido da Frente Popular Bielorussa (PFPB), descendente da Frente Popular dos anos 90, um partido de direita, adepto da interpretação nacionalista, hostil à Rússia e pró-europeu. O PFPB, a Democracia Cristã, a Frente Jovem e o partido “Pela Liberdade” são parte de um “Bloco pela Independência de Belarus”. Estes movimentos tiveram vários contatos com grupos neofascistas ucranianos, com a Frente Jovem em específico mantendo relações de longa data e tomando parte em marchas em homenagem a colaboradores como Stepan Bandera e Roman Shukeyvich (que na SS Natchigall foi um carrasco dos habitantes e partisans do sul de Belarus) – diga-se, entretanto, que não necessariamente funcionam da mesma forma que as organizações extremistas. Mesmo movimentos que se organizam como ONGs, com aparência de ativismo genérico e recebendo dinheiro de programas para promover a democracia a partir da Lituânia (que por sua vez direciona dinheiro do Departamento de Estado dos Estados Unidos), servem como organizações nacionalistas, como é o caso da ONG BNR100. Em terceiro lugar, podemos olhar para algumas lideranças de oposição presentes no Conselho de Coordenação formado para derrubar Lukashenko. Foi proclamado que o Conselho de Coordenação é composto por “pessoas destacadas, profissionais, verdadeiros bielorrussos”, por aqueles que “representam o povo bielorrusso da melhor maneira, que nestes dias estão escrevendo uma nova página da história bielorrussa”. Olga Kovalkova, peça importante da campanha de Sviatlana Tsikhanouskaya, que já havia listado pessoas do conselho antes dele ser anunciado oficialmente, em sua página do Facebook. Ela mesma é um dos membros. É graduada pela Transparency International School on Integrity e pela Eastern European School of Political Studies (registrada em Kiev, patrocinada pela USAID, National Endowment for Democracy, Open Society Foundation, Rockefeller Foundation, Ministério das Relações Exteriores da Polônia, União Europeia e estruturas da OTAN). Kovalkova é co-presidente da Democracia Cristã Bielorrussa; defende a saída de Belarus da Organização Tratado de Segurança Coletiva (OTSC; Tratado de Takshent), a separação do Estado da União com a Rússia e a retirada do russo da vida pública. O outro co-presidente da DCB, Vitaly Rymashevsky, também está no conselho. Ales Bialiatski, famoso como defensor dos direitos humanos e que foi preso sob acusação de enganar o fisco a respeito da extensão de sua fortuna, também fez parte do movimento nacionalista da Frente Popular de Belarus, do qual foi secretário entre 1996 e 1999 e vice-presidente entre 1999 e 2001. Também é fundador da organização Comunidade Católica Bielorrussa. É presidente do Viasna Human Rights Centre (financiado por Eurasia Foundation, USAID e OpenSociety) e recebeu o prêmio liberdade do Atlantic Council, além de prêmios e financiamentos na Polônia. Sua prisão em 2011 foi baseada em dados financeiros fornecidos por promotores poloneses e lituanos, enquadrado por um artigo de sonegação da lei bielorrussa.
Na hoste dos nacionalistas mais comprometidos representados no Comitê de Coordenação temos também Yuras Gubarevich, fundador do partido “Pela Liberdade”, antes um dos fundadores da “Frente Jovem” e foi durante anos liderança do Partido Popular; uma das grandes lideranças oposicionistas.
📷
Pavel Belaus é ligado à Frente Jovem, um dos líderes da ONG Hodna e dono da loja de símbolos nacionalistas Symbal. Ele também é ligado ao movimento neofascista ucraniano Pravy Sektor e esteve envolvido na rede de voluntários bielorrussos para a Ucrânia. Andriy Stryzhak, do BNR100, ligado ao Partido da Frente Popular, coordenador da iniciativa BYCOVID19. Participou do Euromaidan, de campanhas de solidariedade com a “Operação Antiterrorista” de Kiev no leste da Ucrânia e de articulação com voluntários bielorrussos. Andrey Egorov promove a integração europeia. Alexander Dobrovolsky, líder liberal ligado ao velho eixo de aliados de Boris Yeltsin no parlamento soviético, é pró-ocidente. Sergei Chaly trabalhou em campanhas de Lukashenko no passado, é um especialista do mundo financeiro, ligado a oposição liberal russa e pro ocidente. Sim, também existem elementos de esquerda liberal ligados ao Partido Social Democrata de Belarus (Hromada), uma dissidência do PSD oficial, que é a favor da adesão à União Europeia e da OTAN. Dito isso, não falamos o suficiente da influência nacionalista. Tomemos por exemplo o grupo Charter 97, apoiado pelo ocidente, principalmente pela Radio Free Europe, que se estiliza como um movimento demo-liberal. Dão espaço para a Frente Jovem, onde naturalmente seu líder pode chamar os bielorrussos que combatem na Ucrânia de “heróis” pois combatem a “horda” (se referindo a Rússia da mesma maneira que o Pravy Sektor). Voluntários bielorrussos combateram ao lado de unidades do Pravy Sektor e do Batalhão Azov. Durante as manifestações, o Charter 97 publicou, no dia 15 de agosto, um texto comemorando o “Milagre sobre o Vistula: no dia 15 de agosto o exército polonês salvou a Europa dos bolcheviques” e “Dez Vitórias de Belarus”, em que a Rússia é retratada como “inimigo secular” dos bielorrussos. Ações de ocupação de poloneses contra a Rússia são celebradas como “vitórias bielorrussas”. É importante também observar o papel que padres católicos vêm cumprindo nas manifestações, inclusive se colocando à frente de algumas delas. O bispo católico Oleg Butkevich questionou as eleições no dia 12 de agosto. Pelo menos em Lida, em Vitebetsk, Maladzyechna e em Polotsk, clérigos organizaram manifestações. Em Minsk, tomou parte o secretário de imprensa da Conferência de Bispos de Belarus, Yury Sanko. Em Polotsk, sobre a justificativa de ser uma procissão, o padre Vyacheslav Barok falou do momento político como uma “luta do bem contra o mal”. É claro que padres católicos podem participar de movimentos políticos de massa, eles também são parte da sociedade, mas este dado não deixa de ter uma significação política específica, visto que os radicais do nacionalismo bielorrusso se organizam no seio da comunidade católica. Ao mesmo tempo, isso gera ansiedade em um “outro lado”, no que seria um lado “pró-russo”, não só por conta de conspirações sobre “catolicização” do país, mas por ter visto na experiência ucraniana a associação de clérigos do catolicismo grego a neofascistas e eventualmente o Estado bancando uma ofensiva contra a Igreja Ortodoxa russa, o que inclui tomada de terras e expropriação de templos. O mesmo problema está ocorrendo neste ano com os ortodoxos sérvios em Montenegro; existem dois precedentes recentes no mundo religioso cristão ortodoxo que podem servir para uma mobilização contra as manifestações.

Programa de oposição: em busca do elo perdido

A candidatura de Tikhanovskaya não tinha um programa muito claro fora a oposição a Lukashenko. Porém, um programa de plataforma comum da oposição, envolvendo o Partido da Frente Popular, o Partido Verde, o Hramada, a Democracia Cristã e o “Pela Liberdade” chegou a ser formulado em uma “iniciativa civil” envolvendo estes partidos e ONGs que estava no site ZaBelarus. Depois, parte deste programa foi transferido para o portal ReformBy. Quando o programa passou a ser exposto no contexto das manifestações (por volta do dia 16), a oposição tirou o site do ar, mas ele ainda pode ser acessado com a ferramenta Wayback Machine. O programa quer anular todas as reformas e referendos desde 1994, retornando à Constituição daquele ano (e conforme escrita pelo Soviete Supremo). Se compromete a retirar da língua russa seus status oficial, além de substituir a atual bandeira por uma vermelho e branca. Existe uma proposta de reforma total de todas as instituições: bancárias, centrais, locais, judiciais, policiais, militares.
O programa também tem uma sessão dedicada à previdência, criticando o sistema de repartição solidária de Belarus como “falido” e responsável por uma “alta carga tributária sobre os negócios”. Propõem “simplificação”, “desburocratização” e “alfabetização financeira da população” para que esta assuma sua parcela de responsabilidade pela aposentadoria. O sistema seria “insustentável” no ano de 2050 por razões demográficas. Também criticam o “monopólio” da previdência pública, “sem alternativas no mercado”. A proposta oposicionista é de contas individuais de pensão com contribuição obrigatória, mas sem eliminar o sistema solidário, tornando o sistema “baseado em dois pilares”; elevar a idade de aposentadoria das mulheres (57) para igual a dos homens (62); “desburocratização” através da eliminação e fusão de órgãos públicos de seguridade social; eliminar diversos tipos de benefício e igualar os valores para todos os cidadãos (independente da ocupação). Essas propostas previdenciárias em específico são assinadas por Olga Kovalkova. Na seção de economia, o programa fala de um “problema do emprego” criticando as empresas estatais e demandando flexibilização da legislação, “incentivos para os investidores”, “uma política macroeconômica de alta qualidade, i.e. inflação baixa, política fiscal disciplinada, escopo amplo para a iniciativa privada”; “o mercado de trabalho é super-regulado”, diz o documento. “Melhorar o ambiente de negócios e o clima de investimentos”, “tomar todas as medidas necessárias para atrair corporações transnacionais”, “privatização em larga escala”, “criação de um mercado de terras pleno”, “desburocratização e desmonopolização da economia”, “adoção das normas básicas de mercado e padrão de mercadorias da União Europeia”, enumera o programa dentre as diversas propostas, que incluem privatização de serviços públicos e criação de um mercado de moradia competitivo. Até aqui, com exceção da referência à língua russa, estamos falando mais de neoliberais do que nacionalistas propriamente. Podemos dizer também que pontos como adoção de padrões europeus e reformas econômicas influenciam a questão geopolítica. Ainda assim, boa parte dessas reformas econômicas também são defendidas por Viktor Barbaryka, empresário bielorrusso que era tido como principal candidato de oposição a Lukashenko que está preso por crimes financeiros; Barbaryka é considerado um “amigo do Kremlin”, pró-russo. Existe uma seção perdida, a seção de “Reforma da Segurança Nacional”. Na primeira semana de protestos, surgiu na rede uma suposta reprodução do conteúdo dessa seção¹. O conteúdo é uma análise ocidentalista que enquadra o Kremlin como uma ameaça, propondo a saída do Tratado de Takshent, da União com a Rússia e medidas para fortalecer o país com “educação patriótica”. Muitos temas que já foram vistos na Ucrânia, com a identificação do Kremlin como uma ameaça tendo como consequência a proposição de medidas contra “agentes do Kremlin” dentro do país, na mídia e na sociedade civil (e, dentre elas, uma proposta de “bielorrussificação” das igrejas). Tão logo isso passou a ser denunciado na primeira semana depois das eleições, o site inteiro foi tirado do ar. A oposição, tendo entrado em um confronto prolongado que pelo visto não esperava (contando com a queda rápida de Lukashenko) sabe que esse tipo de coisa favorece o governo e cria um campo favorável para ele, por isso agora tentam se dissociar, falando deste programa como produto de uma iniciativa privada, apesar de ser uma articulação política envolvendo líderes da oposição. Tanto seus elementos de reforma econômica combinam com o que diziam políticos de oposição liberal em junho, como as supostas posições geopolíticas casam com os nacionalistas que tomam parte da coalizão (e na verdade, é um tanto óbvio que pelo menos uma parte considerável dos liberais é pró-OTAN). No mesmo dia que tal documento foi exposto na mídia estatal bielorrussa – e mais tarde, comentado por Lukashenko em reunião do Comitê Nacional de Defesa – o Conselho de Coordenação declarou oficialmente que desejam cooperar com “todos os parceiros, incluindo a Federação Russa”. Desinformação? Por mais provocativas que sejam as posições do suposto trecho do programa, é fundamentalmente o discurso normal de nacionalistas e liberais atlantistas em Belarus; agora que os dados foram lançados, é natural que a direção oposicionista que não reconhece os resultados das eleições procure se desvencilhar desses posicionamentos estranhos aos seu objetivo mais imediato, que é derrubar Lukashenko.² Ainda que os manifestantes possam ter motivações diversas, a situação atual está longe de ser livre do peso da geopolítica e das narrativas históricas que sustentam o caminhar de um país.
Notas:¹ – Procurando o trecho em russo no Google com um intervalo de tempo entre o primeiro dia de janeiro de 2020 até o primeiro dia de agosto (isto é, antes disso virar uma febre na rede russa), o próprio mecanismo de pesquisa oferece uma página do “Za Belarus” que contém o trecho, mas com um link quebrado – sinal de que há algum registro no cache do Google. A data é dia 25 de junho.
² – O Partido da Frente Popular da Bielorrússia acusou Lukashenko de “fake news” ao divulgar o que seria o seu programa como se fosse de Tikhanovskaya, tratando as medidas como “inevitáveis para Belarus” porém “fora de questão” no momento. O programa, naturalmente, é marcado pela retórica nacionalista e defende adesão de Belarus na OTAN, mas não usa o mesmo palavreado. Da mesma forma o programa do PFPB também tem princípios liberais-conservadores na economia.
submitted by Scabello to fullstalinism [link] [comments]


2020.08.24 18:58 toggiberry Toggi e sua Jornada

Ponce nasceu na cidade de Samag, e por muitos tempos morou junto aos seus pais e sua irmã mais nova, todos em completa harmonia, porém secretamente! Sua mãe e sua irmã eram coelhos nórdicos imigrantes, e sendo proibida a presença de coelhos em Samag, a mãe de ponce gravida da irmã mais nova resolveu se esconder e fingir ser um feneco para passar por despercebida na cidade. E foi assim durante seis anos. Dois anos atras a humilde casa de sua família fora invadida pelos guardas de tropa da cidade, após uma denuncia de terem avistado coelhos dentro de uma casa na vizinhança. Sem nem terem escolha eles viram a filha caçula da família ser morta em troca da vida da Mãe de Ponce. Ponce e sua irmã eram muito chegadas, eram quase como unha e carne, viviam juntas e ponce deixava de ir à rua para ficar junto a irmã no sótão Foi numa dessas idas ao sótão que ponce ensinou sua irmã de seis anos a falar sua língua nativa (ja que a mesma tinha como sua língua primária o coreano) e a remendar e costurar. Assim elas criaram uyu (우유) apelidado dessa forma por ter sua pele branca como leite, o coelhinho de pelúcia se tornou o melhor amigo da pequena. Ponce fez com que a irmã não se sentisse deslocada durante todos os seus anos de vida, jurando a ela com todo o coração que a mesma era um coelho! passava boa parte do tempo de capuzes para ela não ver suas orelhas de feneco, em prol da promessa feita! A pequena irmã de Ponce passou a chama-la de Toggi [토끼] (coelho em coreano) por conta do juramento da mesma! Após a morte de sua irmã os pais de Ponce começaram a rejeitar a mesma, como se sem a filha mais nova não havia nenhuma outra filha na casa. Ponce com sua positividade extrema, nunca esteve tão triste como antes, mas ela ergueu a cabeça e ao completar 14 anos, pegou a mochila feita pela irmã e fez suas “malas” se despediu de seus pais como se fosse apenas na padaria e sumiu completamente do mapa de Samag, deixando para trás seus antigos sonhos e foi em busca do seu sonho, que é e sempre será ajudar as pessoas a todo custo! Após anos morando em uma cabana de acampamento distante de sua aldeia, aprendeu sozinha a dominar o elemento da água sozinha. e ficou conhecida nas redondezas por ser um Feneco que ajudava a irrigar plantações e lutar contra possíveis golpistas que afetavam os nômades da região! Em uma tarde atoa a mesma é abordada por um Homem alto, de capuz que a oferece proteção em troca de entrar para uma tal “Ordem”, foi prometido a ela que se entrasse na Ordem iria ajudar a muitas pessoas, e inspirada a mesma concordou que iria a todo custo entrar! Ela organizou sua mochila, e seguiu o homem, que perguntou seu nome. Rapidamente lembrou de sua irmã, e deu seu nome como Toggi! Ao pegar sua missão e retornar a Samag para cumprir a mesma é pega de surpresa e é apagada por algo maior! Ao acordar ela não se lembra de nada além de ter ido ali atrás de resolver sua missão! É acordada por uma Raposa ruiva preocupada (nunca imaginou que veria uma raposa ruiva pessoalmente), Junto de um garoto deveras forte! Ela se junta eles para completar sua missão e ir atrás de um reino corrompido! Ela acaba se apaixonando por Henry e acabam por se hospedarem no Vilarejo das estrelas que se localiza nos arredores de um grande Reino de May Gabi e Seus Gatinhos! Após o reino ser atacado Toggi e seus fiéis parceiros, se juntam para re-erguer um novo vilarejo e ajudar na migração do Reino de May Gabi e seus gatinhos!
Continua...
submitted by toggiberry to maygabioficial [link] [comments]


2020.08.22 21:23 electricbr4in Você não é mau caráter por não acreditar em nada.

Assisti hoje a esse vídeo do canal "Cortes do Flow [OFICIAL]", onde Richard Rasmussen fala sobre a experiência dele com o chá de Ayahuasca.
Ali pelos 14:14, o Richard diz (com todas as letras) que "o homem mais perigoso é aquele que não acredita em nada (...) não é o cara que eu quero ao meu lado".
Quando ouvi esse cara falando isso, me senti mal de verdade. É como se minha empatia, minha lógica, minha educação e filosofia de vida não valessem absolutamente porra nenhuma. E sim, quando mexem com isso em um indivíduo, é como se você arrancasse a "alma" dele (para o melhor entendimento dos cristãos daqui).
Eu não acredito em nada, porque eu simplesmente não consigo acreditar e não porque "eu não quero" ou porque eu tenho uma "tendência a cometer o mal". Eu não sou um carro desgovernado, que passa por cima das pessoas sem dó nem piedade, eu não passo para trás meus colegas, meus amigos, meus parentes. Eu prezo muito pela minha família, até mais do que muitos cristãos que conheço, que vem vomitar moralismo religioso na cara dos outros feito um bando de hipócritas.
Só salientando que intolerância religiosa é prevista no artigo 20 da lei 7.716. (E sim, o fato do indivíduo "não acreditar em uma religião" também o inclui nesse artigo.) Ou seja, muito provavelmente o que esse canalha do Richard fez em alguns minutos de vídeo pode sim ser considerado um crime.
Mas houve comoção na internet para repreender esse cara ou sequer um processo criminal contra ele? Não. Ser agnóstico ou ateu nesse país é isso, é ser humilhado nas surdinas, é ser dado pouca importância ou absolutamente nenhuma. Nenhum grupo de lacradores ou mitadores escreve textão ou arranja briga na internet por nossa causa. Não bastando isso, quando falamos alguma coisa, somos vistos como os "arrogantes", os adolescentes mimados, somos o lixo da filosofia de vida.
Tudo isso somado a essa decisão do TSE, em que um pastor agora pode livremente usar de sua posição na igreja pra garantir votos sem que nenhuma restrição da lei aconteça, "ajudaram" a destruir minha semana emocionalmente. Meus parabéns.
Até que ponto vamos continuar normalizando esse discurso escroto nesse país? Até que ponto irão relativizar o estado laico, previsto na constituição? Vocês, ateus, estão esperando isso aqui virar um antro de fanáticos religiosos segurando um fuzil numa mão e uma bíblia na outra? Esperam explodir uma guerra civil entre igrejas evangélicas, pra decidir qual delas irá assumir o controle da tua vida? Sério, falem pra mim, o que vocês estão esperando pra começar a se organizar de verdade dentro e fora da internet? O aval do bispo Macedo?
Vocês não pensem que isso é um exagero e que isso está "muito longe da nossa realidade", meus amigos. A cada dia que passa, esse país se torna menos liberal e mais estupidamente obscurantista possível.
Você, ateuzinho, que acha que estou exagerando, experimenta tentar encontrar um(a) parceiro(a) que te aceite pelo que você acredita. Experimenta falar para os pais cristãos da tua namorada que você "não acredita em Deus", pra você ver se eles vão te tratar da mesma forma. Experimenta falar pro teu chefe, pros teus colegas de trabalho, para os teus colegas de faculdade/escola/curso, pra ver se você não será excluído, se não te tratarão com desprezo, se não servirá de chacota, de escárnio. Experimente colocar o teu filho numa escola pública que não imponha cristianismo pra ele desde cedo com "educação religiosa".
Se você nunca observou nada disso que eu te falei, meus sinceros parabéns, você é um privilegiado do caralho, uma exceção, um felizardo.
Meu sonho de vida já foi comprar um carro, uma casa e montar uma família nesse país, mas hoje, meu maior sonho é simplesmente ir embora desse buraco obscurantista medieval que se tornou o Brasil, nem que eu tenha que ser humilhado diariamente por ser um estrangeiro.

Aliás, se você faz algo bom porque teme a Deus, você não é uma pessoa boa.

E sinto lhe informar, mas se você estiver certo nas tuas crenças, você irá arder no fogo do inferno.
Isso é tudo. Abraço.
submitted by electricbr4in to brasil [link] [comments]


2020.08.18 18:00 Vl4dimirPudim A história da ULIP

Após a expulsão dos texugos de teemo city nos Estados Unidos de Renatinho, eles foram para a ilha deserta sul do arquipélago de Pudinisland, lá eles fundaram um país livre das opressões dos humanos, e se consagraram o principal vencedor da 1° guerra Gnomistica ( só os Texugos acham que só eles ganharam a guerra ).
Após vários anos dessa guerra, a população almentará muito e assume a presidência Pripiat Kosvok, um texugo aparentemente normal, mas ele não era, ele dá um golpe de estado e intala uma ditadura que digamos "não seguem os direitos humanos", o nome do país é alterado para República dos texugos felizes, mas após alguns revoltas oprimidas as pessoas acabam aderindo as ideia do regime.
Havia vários relatos de tortura, perseguição política e miséria no estado dos texugos, isso ocasionou milhões de protesto em toda Pudinisland, a tenção era grande o povo temia e esperava um guerra, mas a UNP ( União das Nações de Pudinisland ) obrigada as potências do arquipélago a não criarem uma 2° guerra Gnomistica. Ela obriga a Rússia 2 a ceder os territórios da ilha comprida do oeste, mas especificamente o sul, que não havia nada além de mata é panda, a Rússia 2 "concorda" com os termos imposto pela UNP e acaba cedendo os territórios com uma população estimada de 4784 russos, boa parte militares na reserva ou aposentados, e milhões de pandas camponeses, plantadores de coxinha, A República dos texugos felizes, descobre uma grande reserva de minérios de vodka e petróleo de dinossauros mortos.
Eles invadem o local e enviam primeiramente prisioneiros de guerra e condenados para trabalhar em condições precárias dentro dessas minas. Porém eles decidiram escravizar a população Nativa também, incluindo os camponeses pandas. Uma dessas pessoas é Cleber Salgado, um ex militar russo que se aposentou devido a um assistente de trabalho ( uma granada explodiu no seu pé, e ele ficou sem pé ), ele foi um dos que foram levados para os campos de trabalho forçado, porém numa noite ele decidiu arriscar sua vida para tentar escapar desse pesadelo, ele conseguiu fugir para a mata, faz uma jangada e partiu até o território russo, lá ele falou com o gonverno e falou o que estava acontecendo com o antigo território.
Após meses de preparo ele consegue se reunir com os camponeses que fugiram é alguns pandas na região fronteiriça entre os russos e a República dos texugos felizes, ele monta um pequeno grupo armado com apoio dos russos. É parte para o campo de trabalho forçado de Vulkiguli, para libertar seus camaradas. A invasão a Vulkiguli falha, o exército de Cleber é totalmente destruído, muito perderam a vida e os que sobreviveram foram levados para prisões de trabalho forçado.
Cleber Salgado reúne mais uma vez um exercício, dessa vez ele Consegue Chamar os Pandas, que nem se quer falavam inglês, foram para guerra milhões de pandas, eles usavam apenas um chapéu de palha e uma ak 47.
A guerra de Miskivolk ( outro campo de trabalho forçado) contou com Cleber Salgado em pessoa, e alguns furrys, A batalha foi um sucesso, a rápida tomada fo forte de Susk Vantork Foi essencial para trasformar-lo numa fortaleza aliada, ganhado o fronte e derrotado o exército dos texugos pelo Atrito. Pouco a Pouco, o exército dos texugos foram recuando, e a meia noite é declarado a Vitória sobre o comando de Cleber Salgado e pelos grandes soldado Pandas que defenderam bravamente com suas vidas.
O forte foi usado como base pelos Exército aliados é, se tornou um grande ponto de refugiados de prisões, lá havia um grande acampamento improvisado que acomodava 150 mil pessoas Cíveis e soldados, Um Hospital militar, Depósitos feitos de madeira, Algumas plantações de coxinha, O forte foi todo murado e colocado guardas 24/7 para defender o forte. Pouco anos após o término da guerra, essa seria o início da cidade de Clepolis. Após a guerra de Miskivolk, houve várias outras guerra e invasões aliadas e inimigas, a maior delas foi a invasão aliada a principal base aérea da região, a Kormingtar 01, Essa foi a primeira grande derrota do exército dos texugos, que possibilitou o exército de Cleber receber suprimentos diretamente da russia 2, por vias aéreas, Também possibilitou a patrulha aérea da região, por conta dos helicópteros e aviões deixados pelos texugos, em sumo foi a principal batalha de toda Guerra pela libertação de U.L.I.P.
Agora Com o exército dos texugos recuando, o sul da ilha Dlinnyy era de Cleber, as vastas cadeias de túneis subterrâneos cheios de Chade ( o mineiro revolucionário super power revolution ), às vastas montanhas de Vodka, As estepes dos unos, Tudo era de Cleber. finalmente havia paz, mas Cleber Salgado Queria mais, Ele invade a ilha de Ostrov Krabov e... Começa a tocar Crab Island do Noisestorm...(NÃO '-')...
[Bom podemos perceber que Cleber Salgado perdeu a linha, o poder subiu a cabeça, então essa informação é importante]
...nada contasse? "AH MEU DEUS OLHA AQUELE MÍSSIL...BOOOOOOOMMMM" todo o exército de Cleber tinha ido por água abaixo, Cerca de 3 milhões de pessoas morreram, 15 milhões de Caran Morreram! ( F ). Sim a República dos texugos felizes tinha lançado um míssil 15x mais forte que a bomba De Nagasaki em um ilha composta apenas por caranguejos e o exército de Cleber. ( inclusive é por causa dessa bomba que a ilha tem esse formato de um "c" de lado). Essa armadilha foi crucial para a Guerra, será que Os Texugos triunfaram dessa vez? Será que o Cleber vai perder? A primeira derrota dos Russos? Resposta: (Tá Parei XD)
Essa armadilha deixa Cleber (mais) louco (do que ele já estava), Ele começa a beber litros de vodka, sua mente foi abalada completamente, Isaías, o seu melhor amigo panda havia morrido na quela emboscada, Penny a única mulher que ele amou na sua vida, havia traído ele com seu irmão Dias antes... Cleber sofreu. Mas isso não era o suficiente para Abalar o grande Cleber Salgado Peixes o Rei das Coxinhas, Com sua Bravura, Sua Mente Blindada de Belo soldado RUSSO e 30 litros de vodka ele não se abalava por nada... Foi então que ele planeja o plano Braba ruiva 2, Que consistia em Invadir a grande ilha Schastlivyy ostrov Barsukov, a ilha principal do estado dos texugos. A operação seria muito Difícil, mas para um louco... quero dizer um Gênio militar como o Cleber, o que é difícil? Ele passa Semanas sem dormir, focado no seu plano.
Até que chega o dia da ação. Começando com um bombardeios Noturnos, na cidade de Belo Texugo Horizonte, e em bases próximas a cidade, Após 2 Horas de constante Bombardeios, os primeiros ParaquedistasSaltam de seus aviões, caindo levemente em pastos verdejantes, juntos com os paraquedistas, Cerca de 300 mil soldados russos, desembarcaram em portos, costas e praias de Belo Texugo Horizonte, Foi um dia glorioso para os soldados aliados e um péssimo dia para os Texugos.
Na manhã do dia seguinte, os bombardeios acalmaram, e o grande exército liderado por claber marchava para o Rio de Texugo, Saqueando Vilas e pequenas cidades e tomando Fortalezas. Ao todo foram 15 dias Marchando. O exército estava motivado como nunca, eles contavam as História mais epicas é assustadoras e cantavam juntos Hinos de seus países, era lindo, aquilo para os soldados era nada além de uma grande aventura, de que sairiam Glorioso e orgulhoso de se mesmo. Mas a tomada do Rio foi mais Complicada do que eles esperavam...
A começar pela retomada dos Bombardeios, que foram eficazes no início, mas por conta das artilharias ante-aéreas, foram obrigados a recuar. Havia muitas resistência, e por conta das ante-aéreas o reforço dos paraquedistas não aconteceu como o esperado, ficando só com o reforço marítimo. Mas após 2 dias de batalha intensa, a presença do exército dos texugos era desprezível. Porém os traficantes de doginho dos morros se juntaram para lutar contra os soldados aliados, os morros de Rio de Texugo eram bem diferentes dos combates em campo aberto ou das ruas das cidades, os inúmeros becos e ruelas confundiam profundamente os soldados, fora o conhecimento geografia intenso dos traficantes locais, que além de serem traficantes eram apoiados pelo exército dos texugos. Essa Guerra foi muito massante para os Aliados que passaram por experiência terríveis até para soldados Russos. Ao longo de 7 dias de guerra, Rio de Texugo finalmente era Posse dos Aliados.
Agora eles partiam para uma jornada de 6 dias para São Texugo Paulo, indo pelo Costa que era repleta de bases da marinha dos texugos, o que dificultou o suporte marítimo dos russos, além de eles estarem completamente sem nem um apoio areio. Mas logo o tempo passa e lá estão o exército de Cleber há 10 quilômetros da capital São Texugo Paulo, que era a mais bem prepada é militarizada de todas as outras cidades, Todo o resto do exército profissional dos texugos estava lá, também toda a marinha e aeronáutica. Alguns bombardeiros e aviões decidiram embarcar nessa última viagem, uma viagem sem volta, ( F pelos pilotos que se sacrificaram pelos aliados ).
Guerreiros.
"A batalha sangrenta, que fez de nossos aliados pó e sangue, que cremaram nossos corpos, mas não nossa dignidade, que Feiram nosso peito com uma bala, mas não feriram nossa esperança, que Bombardiaram nossos batalhões, mas não nossos corações, Que afundaram nosso encouraçados, mas ainda vive em nossos passados, Escondidos em falsos deuses dourados. Jogaram Armas químicas contras nós, diminuindo assim nossos Karmas, Fazendo assim, com nossas inchadas, Trocadas Por lindas Armas, o Trabalho escravo, trocado por um liberdade. Podem matar, mas já mais terminaram o legado sem fim de um Guerreiro Pudim."
"Poema feito por Vladimir Pudim 2 de agosto de 2020"
Nesse trecho do poema "Guerreiros" retrata bem a Vitória sofrida dos Aliados, que para defender sua tirania Pripiat Kosvok usa de táticas desumanas contra nós, como armas químicas, lança Chamas e Torturas. Nessa batalha também teve a naufrágio do RSS Borisland, o grande navio russo da 1° guerra Gnomistica. Mas por fim Pripiat Kosvok foi morto e a paz foi instaurado no Novo Estado Dos Texugos Felizes. De quase 1 milhão de soldados que participaram diretamente da operação barba ruiva 2, apenas saíram vivos Por volta de 150 mil. ( um F a todos )
Foi instaurado um estado livre na República dos texugos felizes, voltando a ser o estado livre dos texugos [obviamente com ligação direta a Rússia 2 pq né?], mas especificamente falando da região de Cleber Salgado, a Rússia 2 toma o controle da região (por conta dos minerios) basicamente transformando a região em um estado fantoche. Vendo isso Cleber Salgado ( que está louco ) temia o estado que ele lotou para conquistar, se tornar novamente algo autoritário, ele vai até o kremlin, durante um pronunciamento oficial do gonverno russo ( que estava sendo transmitido para todos da russia 2 e até de toda Pudinisland ) ele invade o pronunciamento, dá um soco na cara de Gorbachev 2 ( presidente da russia 2 na época) fazendo ele desmaia, Cleber pega o microfone e proclama a União das linhas do imperio Pudinesco, ou U.L.I.P, Cleber Salgado acabou de dar um golpe de estado, pra não ocasionar mais uma guerra, a ONP concordou em deixar a U.L.I.P livre.
Cleber volta para o seu país recém criado, como chefe da nação, Ele é ovacionado pela sua população, todos de todas as cidades celebram sua liberdade. Cleber começa a exportar os minerais o ocasiona uma rápida crescida no Pib, ele começa a investir em infraestrutura e em pesquisa e desenvolvimento, principalmente na pesquisa do minério de Salsichomita, recém encontrado nas cavernas subterrâneas da U.L.I.P, vários pesquisadores do MUNDO todo foram para lá, entre eles os pesquisadores do Acre, que descobriram propriedades ante-gravitacionais na Salsichomita, quando energização, sua capacidade de armazenamento energético é 5000 de vezes mais eficiente do que as baterias comuns, um minério leve e muito especial, foi dos dinossauros que Cleber encontrou o lucro, e os dinossauros a revolução tecnológica que eles tanto queriam, foram vendidos toneladas de Salsichomita para o Acre, enriquecendo muito o estado de Cleber.
Após a chegada de Vladimir Pudim ao gonverno Russo, as relações da U.L.I.P com o Arquipélago de Pudinisland melhorou muito, principalmente com a Rússia 2, pois Vladimir Pudim foi ex-parceiro de combate de Cleber Salgado Peixes, antes do acidente da granada, A U.L.I.P cresceu e se tornou um país multe cultural, com Humanos russos, Caranguejos, Furrys e texugos que desertaram do estado dos texugos e Muitos pandas gordos.
O país atualmente
Nome oficial: União das linhas do imperio Pudinesco População: 2.457.998 habitantes Maioria ética: PANDA Pib per capita: 10.930 dólares Moeda oficial: Rubulo da U.L.I.P Religião oficial: Budismo dos Bandas Capital: Clepolis Presente: Cleber Salgado Peixes Gastos Militares: 2 Bilhões de dólares N° de ogivas nucleares: 0 Estado Atual: Em paz Favorável à uma unificação: não
submitted by Vl4dimirPudim to Pudinisland [link] [comments]


VOU ENCONTRAR MEU PARCEIRO DE VIDA ESSE ANO? Ele que já era o irmão e o amigo, tornou-se o pai e o parceiro de vida do caçula. DIA DE LAZER COM MEUS PARCEIROS  VIDA REAL #51 Busca por um parceiro(a) de vida TOURO ♉️ SETEMBRO 2019 - O PARCEIRO DE UMA VIDA CRUZA O VOSSO CAMINHO! Virgem final de junho de 2020 - Prepare-se para chegada de um parceiro de vida! TRILHA NO FIM DE SEMANA COM OS PARCEIROS  VIDA REAL #205 Minecraft Vida:PARCEIRO DE CELA !! #66 - YouTube Diferença entre ALMA GÊMEA e PARCEIRO de VIDA por Márcia ... Parceria Vida Nova.

parceiro de vida – Desenvolver para crescer

  1. VOU ENCONTRAR MEU PARCEIRO DE VIDA ESSE ANO?
  2. Ele que já era o irmão e o amigo, tornou-se o pai e o parceiro de vida do caçula.
  3. DIA DE LAZER COM MEUS PARCEIROS VIDA REAL #51
  4. Busca por um parceiro(a) de vida
  5. TOURO ♉️ SETEMBRO 2019 - O PARCEIRO DE UMA VIDA CRUZA O VOSSO CAMINHO!
  6. Virgem final de junho de 2020 - Prepare-se para chegada de um parceiro de vida!
  7. TRILHA NO FIM DE SEMANA COM OS PARCEIROS VIDA REAL #205
  8. Minecraft Vida:PARCEIRO DE CELA !! #66 - YouTube
  9. Diferença entre ALMA GÊMEA e PARCEIRO de VIDA por Márcia ...
  10. Parceria Vida Nova.

É natural que as pessoas queiram alguém para estar junto, para compartilhar os momentos de alegria, de desafios, aprendizados. Por isso, muitas vezes isso vira uma busca, mas quando essa fica ... Virgem final de junho de 2020 - Prepare-se para chegada de um parceiro de vida! Despertar com Cristiane Honorato. Loading... Unsubscribe from Despertar com Cristiane Honorato? ... TRILHA NO FIM DE SEMANA COM OS PARCEIROS VIDA REAL #205 NOVO CANAL : https://www.youtube.com/channel/UCpWWln-Cdw70gIaWZqlsCwQ 🔴PARCEIROS🔴 🔴 NOUTH - https... Você sabe qual a diferença entre ALMA GÊMEA e PARCEIRO de VIDA? Fiz um vídeo a respeito. Assistam o mesmo. E o Resenha Teológica agora é parceiro de Edições Vida Nova. Vejam os livros que chegaram hoje pra gente. Em breve Resenha aqui no canal. DIA DE LAZER COM MEUS PARCEIROS 😌 VIDA REAL #51 DEIXA SEU LIKE,INSCREVA-SE E ATIVA O SININHO FAMILIA ♥ #vidareal #gta5 #gta5vidareal 🔴 MEU DISCORD : https://discord.gg/m7rEqwc ... Olá, OBRIGADA pela tua presença! Sendo uma leitura geral já sabes pode representar ou não a tua situação, leva apenas o que fizer sentido para TI. Leitura apenas para entretenimento. Se ... CONSULTAS PERSONALIZADAS ( fotos + áudios no Whatsapp ) ☎️ Whatsapp (21) 96658- 9997 ☆ TIPOS DE CONSULTAS : . 5 PERGUNTAS LIVRES $50,00 . MANDALA DO AMOR $60,00 . CONSULTA COMPLETA $100,00 ... *INGRESSOS TEATRO: http://nonstopproducoes.com.br/rezende/ Se Inscreva no canal: http://goo.gl/X35Pv7 MINHA LOJA: http://goo.gl/HPfcfU DE VOLTA AO JOGO... Conheça essa história de amor incondicional entre irmãos que tiveram suas vidas transformadas pela perda da mãe e ficaram mais próximos do que nunca. ... tornou-se o pai e o parceiro de vida ...